2 doses de delírio e 3 baldes d´água

Inventuário de criações descabidas e realidades nuas. Transeunte cotidiano da terceira margem do olhar.

Noronha Rosa

Um espasmo em contratempos, mil compassos em transe.

Nota

Sobre o cheiro de laranjeiras, as línguas de sol, o cachimbo e a boina...


Imagen Thumbnail para 423705_10150581801597896_831500942_n.jpg

I - Nos finais de tarde o sol lambe os trilhos de ferro do antigo bondinho. Línguas de sol, vermelho-vivo. O bate-bate do ônibus moderno rasga no oco sonoro das pedras os trilhos que esperam o bonde. Aqui não existe bondinho. Agora o bondinho passa. De voz em voz, pareado de memória e som, que é mais místico que o ferro. Escuto os sinos, já foi. Ninguém ouviu, o velhinho da esquina com a boina comida de tempo e traça viu. Os trilhos de ferro no fundo dos olhos-fundos-da-idade. Castanhos-jabuticaba, os olhos e as bolinhas maduras deitadas das árvores no chão.


Noronha Rosa

Um espasmo em contratempos, mil compassos em transe..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/geral// @destaque, @obvious //Noronha Rosa