a perspectiva

a arte e o design em cada campo do conhecimento...

Rodrigo Tedim

Formado em Design, Artes Plásticas, Propaganda e Marketing, acredita que o mundo é construído nos detalhes onde o olhar estético é inevitável

Aldo Novarese

Aldo Novarese, um homem de conhecimento raro e refinada experiência sobre a estética de design moderno aplicado às letras, é uma figura frequentemente esquecida. Um destino normal para aqueles que dedicam a vida na produção de ferramentas concretas para o desenvolvimento de pensamentos abstratos.


05-novarese-aldo-en.jpg

Pouco na vida de Novarese é conhecido. Como a vida de muitos professores, as coisas que são produzidas em tenacidade diária, acabam por cair em esquecimento quando o feito não é notório. Cabe a nós então encontrar fatos marcantes para entender sua trajetória de vida e o que sua experiência influenciou na sua obra.

Novarese sempre foi um personagem tímido e reservado. Nascido em 29 de Junho de 1920 na pequena cidade de Pontestura Monferrato, na Itália, Aldo era um designer de tipografias. Desde muito jovem Aldo começou a trabalhar com tipografia.

aldo-novarese.jpg

Entre 1931 e 1933, iniciou estudos no Scuela ARTIERI Stampatori (Escola de Impressão Artesanal ARTIERI). Lá, ele estudou matérias como xilogravura, gravura de cobre e litografia.

No período de 1933 à 1936 ,cursou a Scuola di Tipografia Giuseppe Vigliandi Paravia em Turim. Uma escola de tipografia, para a qual viria a regressar depois da Segunda Guerra Mundial para lecionar Estética da Tipografia. Em 1936, iniciou seu trabalho emu ma funtição de tipografias como desenhista industrial. O primeiro passo para Aldo se tornar um designer tipográfico muito bem sucedidofoi em 1938, com 18 anos, ganhando seu primeiro prêmio; uma medalha de ouro na copetição nascional de artes Ludi Juveniles do governo fascista italiano. Esta medalha acabaria por salvar-lhe a vida, quando foi preso por participar em protestos contra a Guerra.

101-nazifascismo.jpg

Mais tarde integrou os partisani, um grupo de soldados guerrilheiros que auxiliava as tropas aliadas na Resistencia anti-facista contra os alemães. Estas experiências marcaram-no para o resto da vida. Apos regressar da Segunda Guerra, começou a lecionar Tipografia e juntamente, passou a trabalhar para a Fundição Niebolo, onde exerceu as funções de director artístico.

101-stop_w350.jpg

De 1952 em diante, tornou-se director de arte na Fundição de Tipografias Nebiolo. Em 1956, ele publicou uma classificação de tipografias, que recebeu muitos elogios de associações profissionais na Itália e foi premiado com medalha de ouro na Feira Industrial de Milão.

Em 1975, deixou a fundição de tipos Nebiolo e passou a atuar como designer de tipografias freelancer. Em 1979 é premiado com o Compasso d’Oro. Em seus últimos anos Aldo trabalhou como freelancer atuando como mestre e designer de tipografias. Novarese faleu em 1995 em Turim.

O seu legado artístico deixa para os apreciadores da arte tipográfica as seguintes tipos:

Landi Linear (1939-43, Nebiolo) Athenaeum (1945, Nebiolo) Normandia (1946-49, Nebiolo) Augustea (1951, Nebiolo) Microgramma (1951, Nebiolo) Cigno (1954, Nebiolo) Fontanesi (1954, Nebiolo) Egizio (1955-58, Nebiolo) Juliet (1955, Nebiolo) Ritmo (1955, Nebiolo) Garaldus (1956-60, Nebiolo) Slogan (1957, Nebiolo) Recta (1958-61, Nebiolo) Estro (1961, Nebiolo) Eurostile (1962, Nebiolo) Magistier (1966, Nebiolo) Oscar (1966, Nebiolo) Forma (1966-7, Nebiolo) Metropol (1967, Nebiolo) Elite (1968, Nebiolo) Stop (1970, Nebiolo) Delta (1968) Dattilo (1974) Lapidar (1977) Fenice (1977-80) Novarese (1978) Floreal (1980) Mixage (1980) Symbol (1982) Expert (1983) Colossal (1984) ITC Symbol (ITC, 1984) ITC Mixage (ITC, 1985) Arbiter (1989)


Rodrigo Tedim

Formado em Design, Artes Plásticas, Propaganda e Marketing, acredita que o mundo é construído nos detalhes onde o olhar estético é inevitável.
Saiba como escrever na obvious.
version 4/s/design// @destaque, @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //Rodrigo Tedim
Site Meter