abismo

Uma crítica profunda

Edivan Santtos

Colunista, poeta, escritor. Já basta.
http://edivansanttos.com/biografia/

A amizade segundo os gregos

Em tempos de rede sociais em que as pessoas acham um grande pestígio ter muitos "amigos" em seus perfis, o que vem a ser a amizade? Os gregos foram os que mais escreveram e se destacaram sobre tal tema, mas um escritor moderno resumiu a problemática com a citação: "Todos se dizem amigos; mas doido é quem acredita: nada há de mais banal que esse nome; nada é mais raro do que isso."


3138700392_88c5a57905_b.jpg "A Escola de Atenas", do pintor italiano Rafael; ao centro, os filósofos gregos Platão e Aristóteles. (Aristóteles apontando para baixo, dando a ideia de que a verdade está entre nós, Platão apontando para cima, clara evidência sobre a teoria das ideias).

Mesmo havendo quem discorde da grande excelência da cultura grega, é notável seu desenvolvimento em sua época de auge, tanto quanto sua influência em todo o ocidente. Não só na lingugem, mas em mitos e culturas. Os filósofos gregos muito estudaram sobre diversas questões, como política, beleza, verdade, vida, conhecimento, amor, amizade.

O Eros que muitos acreditam ser algo relacionado à sexo, vem a ser no entendimento grego algo que dava maior fluidez ao belo. Dessa forma, um belo poema, uma bela apresentação poderia ser tão excitante quanto um belo corpo. Na modernidade esse pensamento foi distorcido e muito acrescentado ao Cupido. Algo semelhante aconteceu com outra parte do pensamento grego, a amizade.

Apesar de Platão ter escrito em um de seus diálogos sobre a amizade (no Lísias) quem mais se destacou foi seu discípulo Aristóteles. No livro Ética a Nicômaco, Aristóteles dedica os livros IX e X para falar sobre o tema. No entender do filósofo "a amizade uma virtude ou está conectada com a virtude, além de ser algo extremamente necessário para a vida. De fato, ninguém gostaria de viver sem amigos, mesmo que ele possuísse todos os outros bens".

Na entendimento de Aristóteles, conhecemos três formas de amizade ao longo de nossa vida. Seriam elas; 1ª Agradável, 2ª Útil e 3ª Perfeita.

Quando somos jovens temos tendência a procurar uma amizade que nos dê prazer - agradável: “o mesmo se pode dizer a respeito dos que amam por causa do prazer; não é por causa do caráter que os homens amam as pessoas espirituosas, mas porque as consideram agradáveis”. Na velhice procuramos por utilidade - útil: "aqueles que fundamentam sua amizade no interesse, amam-se por causa de sua utilidade, por causa de algum bem que recebem um do outro, mas não amam um ao outro por si mesmos”. E a amizade considerada perfeita por Aristóteles seria : "aquela que existe entre os homens que são bons e semelhantes na virtude, pois tais pessoas desejam o bem um no outro de modo idêntico, e são bons em si mesmos[...]aqueles que desejam o bom aos seus amigos por eles mesmos são amigos no sentido mais próprio, porque o fazem em razão de sua natureza e não por acidente”.

atenas_f_027.jpg Acrópole no monte areópaggo, que para os romanos ficou conhecido como “Monte de Marte” (At 17:22)

O filósofo em outro momento cita que: "não é possível ser amigo de muitos com perfeita amizade, do mesmo modo que não é possível estar apaixonado por muitos ao mesmo tempo. De fato, a amizade perfeita é como que um algo a mais, que por sua natureza pode acontecer somente em relação a uma pessoa; de fato, não é fácil que muitas pessoas agradem intensamente e ao mesmo tempo a uma mesma pessoa". No entender do filósofo, a amizade se conquista ao longo de muitos anos e sendo à prova de muitas dificuldades entre as partes. Dessa forma, é conhecida a máxima do pensador que "o ser humano é um ser político" sendo um animal sociável, que não vive sozinho.

Outro filósofo também se destacou no tema sobre amizade. Epicuro foi um grande filósofo que muito contribuiu para o pensamento ocidental. O mesmo chega a dizer que: “De todos os bens que a sabedoria proporciona para produzir felicidade por toda a vida, o maior, sem comparação, é a conquista da amizade”.

amizade1.jpg

Infelizmente, nos dias atuais não mais se discute filosofia na Grécia. O país enfrenta sérias crises financeiras e uma situação nunca vista. Talvez a forma perfeita de amizade idealizada por Aristóteles, não seja possível de ser encontrada. Somente temos os achados arqueológicos que foram traduzidos e nos esclarecem seu modo de pensar e sua vida na Grécia e em outras regiões. Talvez ela (a amizade perfeita, ideal) nunca tenha de fato existido, mas vale a pena sonhar com tal possibilidade. E lembrarmos que como dizia o estagirita, "A amizade é uma alma com dois corpos".

Obs: Apesar de Aristóteles ser lembrado como grego, ele era de Estagira, antiga cidade da Macedônia que hoje está localizada na Grécia.

Acompanhem mais publicações em : Edivan Santtos


Edivan Santtos

Colunista, poeta, escritor. Já basta. http://edivansanttos.com/biografia/.
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/recortes// @destaque, @obvious //Edivan Santtos
Site Meter