abismo

Uma crítica profunda

Edivan Santtos

Colunista, poeta, escritor. Já basta.
http://edivansanttos.com/biografia/

Poesia como forma de consciência

“Poesia é uma forma de estar consciente do mundo” essa é a frase que mais define a obra do poeta Ramon Diego. Poeta gloriense, o autor do livro Viagem Rasa, transita pelos caminhos do pensamento e a estaciona na beleza de compor poemas e máximas que nos definem de forma simples e agradável a poesia e a literatura.



1079637_662410047105297_1329024192_n.jpg

Ferreira Gullar, um dos maiores poetas de todos os tempos, certa vez disse: “Pretendo que a poesia tenha a virtude de que, em meio ao sofrimento e o desamparo, acender uma luz qualquer, uma luz que não nos é dada, que não desce dos céus, mas que nasce das mãos e do espírito dos homens.” Essa frase é a primeira que está no livro Toda Poesia, de Ferreira Gullar. É essa máxima que nos remete à forma como o poeta Ramon Diego nos mostra o mundo em seus poemas, a forma de sentir a realidade e expressão.

Ramon Diego, utiliza elementos do dia a dia pra nos lembrar que a poesia está mais próxima de nós, que podemos tê-la em nossas vidas em todos os momentos, basta percebermos. Como na citação abaixo:

9558_374870759294947_1256817707_n.png

Quando o poeta é questionado sobre o motivo de escrever, ele diz: "as coisas tem se tornado tão rápidas no mundo todo, eu creio que não sei por qual motivo eu escrevo, mas penso que se houvesse um, seria para que, através da minha poesia, eu pudesse ter um tempo para a reflexão sobre as coisas do mundo. É uma linguagem minha através da qual o meu raciocínio flui, entende?"

1368711_662408260438809_291984467_n.jpg

A poesia de Ramon nos causa uma angústia de pensamento, de reflexão e impassividade perante o mundo que vivemos. O poeta nos remete às formas de viver e ao modo como vemos o mundo, e pelo olhos do poeta, artista da palavra. A relação de vivência e experiência de tais artistas com os homens. Tal qual disse Gullar; “O poeta fala dos outros homens e pelos outros homens, mas só na medida em que fala de si mesmo, só na medida em que se confunde com os demais.”

1209189_662409127105389_2121088369_n.jpg

Ramon Diego também nos remete aos sentimentos, coisas inerentes ao ser humano. Sejam quais forem. Desde a antiguidade os filósofos já mencionavam isso em seus escritos ou falas, algo que podemos ver na citação de Ramon; "Sentimentos são cores que desbotam com o tempo"

1002209_457131827735506_1005388539_n.png

Recentemente Ramon Diego lançou seu livro de poemas Viagem Rasa, o qual teve ilustrações da artista plástica Sandra Hiromoto. O livro foi publicado de forma original, seus leitores patrocinaram a publicação através de uma campanha no facebook. No dia do lançamento o poeta fez a distribuição gratuita dos exemplares para todos os presentes evento.

935936_639929136020055_383717315_n.jpg

Como nos diz o poeta; "O livro ser lançado com o aval dos meus leitores é algo muito simbólico, assim como o ato de publicar de forma totalmente independente. O livro também será doado no lançamento em Glória, como uma ação de democratização da literatura produzida na cidade”

Dessa forma, fica fácil percebermos a maneira como os textos de Ramon Diego são bem aceitos, sua forma de fazer literatura. Seus textos provocam a no mínimo a vontade de leitura e despertam a paixão pela poesia.

O livro pode ser adquirido clicando aqui: Livro Viagem Rasa

Edivan Santtos

Colunista, poeta, escritor. Já basta. http://edivansanttos.com/biografia/.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
v4/s
 
Site Meter