abismo

Uma crítica profunda

Edivan Santtos

Colunista, poeta, escritor. Já basta.
http://edivansanttos.com/biografia/

Você é feliz?

Muito se discute sobre a felicidade. Alguns acham que ela deve a todo instante estar presente em suas vidas, mas será a felicidade algo contínuo e imutável?


ticiano_sagrado-e-profano_1514.jpg Amor Sagrado e Profano, Ticiano (1490-1576)

Desde a antiguidade se discute a felicidade, como ela estaria presente na vida das pessoas e como obtê-la. Filósofos muito discutiram sobre ela, mas hoje no geral as pessoas buscam felicidade como forma de consumismo. Quem pode ter mais dinheiro é mais feliz, quem pode comprar mais terá uma "melhor felicidade". Mas é isso mesmo?

Os filósofos Mário Sérgio Cortella e Márcia Tiburi dialogaram sobre a felicidade de forma ímpar e muito satisfatória. Assistam o vídeo:

Felicidade é comparada com poder. Poder de consumo, poder sobre pessoas, poder sobre tudo. Inclusive sobre a própria felicidade. É uma analogia que tende a afastar o real sentido do estado, pois se pensarmos a felicidade como forma perene não teríamos o prazer que o momento proporciona. A analogia é semelhante ao conflito, só percebemos a paz porque ele existe ou existiu.

Sêneca, no livro De vita beata (Da vida feliz), faz uma série de reflexões sobre a felicidade, uma delas é direcionada ao seu irmão Gálio.

Da vida feliz- Sêneca I

Meu caro irmão Gálio: todos querem viver felizes mas não têm a capacidade de ver perfeitamente o que torna a vida feliz. Realmente não é fácil atingir a felicidade, porque, se alguém desviado do reto caminho se precipita para alcançá-la, fica sempre mais afastado da felicidade. Correndo em sentido contrário, a nossa própria pressa torna-se causa de um contínuo distanciamento.

Esse trecho nos remete a dificuldade de chegarmos à felicidade, mas ela seria possível se primeiro tentássemos entender ao invés de procurá-la.

Trecho completo da citação de Sêneca


Edivan Santtos

Colunista, poeta, escritor. Já basta. http://edivansanttos.com/biografia/.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Edivan Santtos