above all

Falar e pensar, sobretudo o que me interessa

JHONS CASSIMIRO

Escrevo sobre tudo que parece ter vida e conteúdo, e que sobretudo tem proveito.

O problema em ser um cidadão de bem

O problema desse tipo de cidadão é a falta de coerência que convive na personalidade dessas pessoas de uma forma aparentemente normal, e é o que mais temos visto por aí. Como pode um dito cristão ter pensamentos e atitudes completamente anticristãs?


Mascaras2.jpg Imagem retirada da internet

Domingo de manhã. Acordo e pego o smartphone que está desconectado da internet. Ligo o wifi e uma enxurrada de mensagens ocupa meu mensageiro. São coisas do trabalho, coisas bobas de amigos, mas também orações.

Não me incomoda receber correntes de orações, e sei que muitas não são sinceras e são apenas repassadas. Algumas parecem bonitas, desejando bençãos, e é sempre bom iniciar o dia com esses desejos. Só tem um problema, não consigo evitar de fazer um rápido julgamento sobre quem mandou esta mensagem. Outro dia, na semana passada, essa pessoa que me mandou mensagens de bênçãos cristãs, havia me mostrado vídeos com cenas de torturas, agressões e mortes de criminosos, e fazia isso com imensa satisfação e riso. Ele é o típico cidadão de bem. Aquele que convoca a sociedade para fazer greve geral para "acabar" com a corrupção em Brasília, mas que ao mesmo tempo está sempre procurando dar um jeitinho de fugir mais cedo do trabalho deixando muita gente na mão.

O problema deste tipo de cidadão é a falta de coerência que convive na personalidade dessas pessoas de uma forma aparentemente normal, e é o que mais temos visto por aí. Como pode um dito cristão ter pensamentos e atitudes completamente anticristãs?

O mais incômodo disso tudo é que eles não se percebem, estão de olhos abertos para os crimes da sociedade, para o enquadramento do "certo" e do "errado", ao passo que estão de olhos bem fechados para si mesmos. Não conseguem olhar para as próprias atitudes, só abrem os olhos para observar se estão recebendo vantagens em seu próprio favor. Estão contra a legalização do aborto (uma questão de saúde pública e não de moralidade), contra a discussão sobre o uso de algumas drogas ilícitas (ao mesmo tempo em que ostentam no Instagram as garrafas de wiski ou as latas de cerveja que consumiram no final de semana), contra a liberdade de escolha e de pensamento das pessoas de "esquerda" aos quais chamam de "comunistas" (como se, ser comunista fosse algum crime).

Estamos em um mundo extremista, onde os espaços que antes foram conquistados pelas minorias estão novamente sendo extintos. Os tempos mudam, as pessoas mudam, os pensamentos dominantes mudam e só nos resta observar e comentar a respeito desses fatos lamentáveis.

Me veio agora à cabeça um trecho do livro de Marcelo Rubens Paiva, no qual o autor relata a morte de seu pai, preso, torturado e morto pela ditadura militar. Enquanto era espancado até a morte, soava em alto volume a música de Roberto Carlos.

Jesus Cristo....

Certamente, hoje Jesus Cristo teria muita vergonha de seus seguidores.


JHONS CASSIMIRO

Escrevo sobre tudo que parece ter vida e conteúdo, e que sobretudo tem proveito..
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/sociedade// @obvious, @obvioushp //JHONS CASSIMIRO
Site Meter