acerto crasso

Grosseiramente correto

Natasha Welp

É uma curiosa inveterada, geralmente sobre assuntos que não geram renda. Isso envolve tecnologia, games, o oriente, animais. Ama batata. De todas as formas

O ano novo não chegou para todos

Pessoas do mundo todo celebraram recentemente a chegada do Ano Novo. Mas nem todas: os chineses celebram essa virada dias depois do nosso calendário. Confira algumas curiosidades sobre o Ano Novo chinês, ou Festival da Primavera.


chinanewyear.jpg

Os chineses comemoraram a virada do dia 31 de dezembro de leve, pois a festa mais aguardada vai acontecer um mês depois: o calendário civil chinês é lunissolar: indica não só a posição em relação ao sol como também a fase da lua. Por conta da peculiaridade de começar o ano baseado nos ciclos da lua, o ano novo chinês pode cair em qualquer data entre o final de janeiro e o meio de fevereiro. Seguindo o ano novo desse calendário, os chineses vão festejar 2014 no dia 31 de janeiro.

219206-chinese-new-year-2012.jpg Festival da Primavera

Conhecido como o Festival da Primavera, a festa dura 15 dias, entre muitas danças típicas, fogos de artifício e cerimônias religiosas. Os chineses se preparam para o festival realizando uma grande limpeza em suas casas, roupas e utensílios: depois, escondem-se as vassouras para que “a boa sorte não seja varrida embora”. Então começa a decoração das salas previamente limpas, com poemas nas portas em caligrafia chinesa em nanquim no papel vermelho, contendo os pedidos dos moradores por boa sorte no ano que está chegando. Também inclui imagens de divindades da fortuna para afugentar maus espíritos e atrair paz e abundância.

Velas.jpg Chineses pedem por prosperidade e paz

O Ano Novo Chinês é pura arte: as danças são um deleite aos olhos, aos ouvidos. As danças do Leão e do Dragão, por exemplo, com suas coreografias meticulosas e suas performances fantásticas merecem ser diferenciadas: na Dança do Dragão, são necessárias muitas pessoas que manipulam um fantoche em forma de serpente, que realiza movimentos sinuosos, capturando o olhar. Já no caso da Dança do Leão, geralmente são dois artistas marciais, que se escondem dentro da fantasia e fazem com que o Leão ganhe vida. Os acrobatas fazem quem assiste sentir frio na barriga, enquanto saltam de um poste de dois metros a outro com a maior naturalidade do mundo. Um verdadeiro show de cores e movimento.

A Dança do Leão executada por artistas marciais

Com as cerimônias e as alegres danças típicas, a China está pronta para dar as boas vindas ao ano que chega e a seu espírito animal protetor. O calendário chinês possui cinco ciclos de doze anos cada, em um ciclo maior de sessenta anos. Assim nomeia cada um dos doze anos de cada ciclo por um animal. A lenda do horóscopo chinês é que Buda chamou todos os animais para uma festa antes de sua partida da terra. Somente doze compareceram, e como prêmio ele deu um ano a cada animal na ordem em que eles chegaram. Os chineses possuem uma forte crença em que o animal que governa o ano de seu nascimento tem tremendo impacto em quem você é, como é seu caráter e a compatibilidade com outros. Este é o “animal que se esconde em seu coração”.

horse.jpg O ano do cavalo começa 31 de janeiro

Nesta data entra o ano do cavalo, o espírito animal reconhecido pelos chineses como único entre os outros. O cavalo é energético, alegre, possui grandes habilidades de comunicação e é teimoso. O ano de 2014 chega aguardado como um ano onde paciência e perseverança trarão bons frutos. Celebrando no calendário que for, a chegada de um ano novo traz simbolicamente um recomeço. Uma chance de fazer ou refazer tudo que não se fez no ano que passou, ou de se repetir tudo que deu certo. Em todas as culturas, é celebrado com toda a antecipação e felicidade a que faz jus. Que venha 2014: em todas as suas diferentes datas.

Natasha Welp


Natasha Welp

É uma curiosa inveterada, geralmente sobre assuntos que não geram renda. Isso envolve tecnologia, games, o oriente, animais. Ama batata. De todas as formas.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/recortes// @destaque, @obvious //Natasha Welp