ad.vibe

Cinema - Web - Publicidade

Gabriela Jesse

Garota tímida e viajante do mundo das possibilidades. Desistir não é o meu forte.

OS MILLENNIALS

O que aconteceu nas relações de trabalho da era dos Baby Boomers até aqui? Qual foi a grande mudança?


ezAVg.jpg

“O que você está fazendo neste exato momento, é algo que você realmente ama?”.

Uma grande evolução aconteceu nas relações de trabalho da era dos Baby Boomers para a era que vivemos hoje. Essa evolução vai mudar toda a estrutura de mercado que conhecemos atualmente.

Durante a época dos Baby Boomers (aqueles que nasceram logo após a Segunda Guerra Mundial), as relações de trabalho eram muito bem divididas hierarquicamente. As regras eram muito mais claras e específicas, e o começo e o fim do expediente de trabalho tinham hora marcada.

Então você vestia a camisa de uma empresa, e sabia que tinha que percorrer um grande caminho para chegar ao seu objetivo. Essa geração era movida pelo trabalho árduo e seu objetivo era chegar a um cargo de grande status em sua empresa, mesmo que isso demorasse alguns anos. Status e dinheiro, era o primeiro passo para conseguir um casamento, construir uma família, e ter uma vida de sucesso.

Vida pessoal e trabalho não eram coisas pra se misturar.

01.jpg

“Mas cuidado! Ao escolher uma carreira, essa decisão seria praticamente para o resto da vida.” Então era bom pensar bem...

Depois veio a geração X. Essa geração era diferente de seus pais, mas nem tanto. Queriam também alcançar altos cargos nas empresas em que trabalhavam, porém não queriam esperar alguns anos para isso. Queriam tudo pra já.

Então o que marcou esses profissionais, foi a competitividade a flor da pele. Ideias e soluções geniais eram capazes de levá-los aos mais altos cargos em questão de meses. Pessoas extremamente jovens ocupavam altos cargos em grandes empresas, e ultrapassavam pessoas mais velhas e com mais tempo de carreira. Causando desprezo e desdém de seus subordinados.

cruise1.jpg

Foi nesta época que os Workaholics (viciados em trabalho), ganharam uma fama positiva. Homens e mulheres começaram a misturar trabalho com vida pessoal. Dando duro até mesmo fora do expediente, fechando negócios em momentos de lazer, os chamados Happy Hours. Passando a ser considerados, pessoas admiráveis e até sexys.

robin-givens-boomerang.jpg

cocktail-tom-cruise-i-love-cinema-potzina.jpg

E com o passar dos anos,nasce uma nova geração, a geração y, g, os “globalists”, ou os “Millennials”! Estes sim mudaram completamente tudo o que era considerado trabalho e sucesso profissional. Fazem o que amam, quando e como querem. Estão conectados 24 horas por dia e o trabalho nunca acaba. Pode ser feito em uma mesa de escritório, em uma praça, no carro, no ônibus, enfim, em qualquer lugar.

consumidor_conectado_em_rede.jpg

Para os millennials é muito mais importante a caminhada do que o fim. Então aproveitar cada momento com prazer é mais importante do que apenas ficar pensando em chegar logo ao destino.

1tripvideo.jpg Nicolo Benini

img-neon-07.jpg

625605_459240410822829_1748770455_n.jpg

Trabalhar com pessoas de outras idades? Tranquilo... Só que sem essa de que quanto mais velho mais sabe das coisas. O negócio agora é a troca mútua de conhecimentos. Até porque hoje a informação está na palma das nossas mãos. Literalmente.

Mas o que realmente mudou com estes novos trabalhadores? O que mudou de verdade foi que a competição está dando lugar à colaboração.

O vídeo abaixo, fala de uma maneira bastante divertida sobre o assunto. Assista e veja se consegue entender o que o futuro nos reserva:


Gabriela Jesse

Garota tímida e viajante do mundo das possibilidades. Desistir não é o meu forte..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @destaque, @obvious //Gabriela Jesse