alacridade

Vivacidade alegre

Ninnah Silva

Se ao fim te conheceres melhor, tua jornada terá valido a pena.

  • abolição.jpg
  • thank-you-road-sign.jpg
    Você já apreciou alguém hoje?

    Quantas vezes nos acreditamos que as pessoas sempre estarão ao nosso lado? Acreditamos, quase piamente, que nossas vidas seguem com parcas e lentas modificações e não nos damos conta de quão rápida e fugaz é nossa existência e, quando alguém parte, seja desta vida ou para um caminho que não podemos ou não queremos acompanhar, lembramos que não fomos apreciados pelo o que fizemos, ou pior, não apreciamos aqueles que nos fizeram algo.

  • Minha-Carta-de-Amor-615x562.jpg
    Todas as cartas de amor são ridículas

    O que seria de nós, meros mortais, sem o ridículo? É no momento mais patético (julgado ou imputado) que somos verdadeiros conosco e esperançosos como nunca seríamos em momentos outros.
    Que não seja imortal, posto que é chama./Mas que seja ridículo enquanto dure.

  • imagem desfocada.jpg
    Desfocar é preciso

    Num mar de dores e sofrimento como podemos seguir sem soçobrar? Parece impossível vencer aquele amor e confiar nas pessoas novamente, pôr a cara no sol e ser feliz de novo. O medo de se machucar traz o medo das possibilidades, do futuro, de outros e outras que não esperam ser descobertos, mas existem nesse imenso mundo e podemos encontrar. Seu coração agüenta outras pancadas, ele foi feito para batidas.

  • maca.jpg
    Pare de sofrer: o imperativo social contra o indivíduo

    E se quando tens um problema tudo o que ouves é que tu não deves te preocupar, que vai passar, deixar de encucar com isso? Muitas vezes o necessário é parar, sentir e depois desta experiência que é individual, pessoal e intransferível, podes sair fortalecido de seja lá o que te motivou ao buraco em primeiro lugar.
    Não devíamos ser penalizados socialmente por sofrer.

Site Meter