alegações finais

Escrevo porque não posso tocar você. Mas toco a alma, e isso é suficiente.

João Bakdash

Faça sua pergunta para Bryan Lewis Saunders!

Tema no mês passado, agora Saunders está na Obvious. E você pode fazer a sua pergunta para o artista norte-americano.


Thumbnail image for 10176078_10202058195391505_6276845634535307321_n.jpg

Lewis já não é novidade por essas bandas. Tema do primeiro artigo deste espaço, O drama e os auto-retratos de Bryan Lewis Saunders, o artista americano agora traz com exclusividade um pouco mais da sua excentricidade para a Obvious e o Alegações Finais.

Seu trabalho começou em 1995, mas só em 2001 ingeriu ou inalou uma substância intoxicante diferente durante 11 dias e documentou através de auto-retratos os efeitos de sua percepção alterada. Foi no início de 2010 que seus experimentos tornaram-se viral na Internet, aumentando significativamente sua reputação.

No início da nossa primeira conversa, um único pedido: Evitar perguntas sobre o experimento com drogas. Saunders parece compreensivelmente incomodado por estar marcado por seu trabalho mais reconhecido, quer dissociar-se do Sex Drugs and Institutions e chamar atenção para sua nova etapa - parte disso, quando abordado para a entrevista estava em Londres e logo viajaria para a Suíça.

Estão entre suas novas obras "The Third Ear Experiment", "Sensations", "We Don't Need Another Doctor We Can Run Our Own Tests", "Under the Influence of Torture" - "Todos eles relacionados por meio da consciência e inconsciência, usar a arte como um veículo para chegar a esses estados de espírito e usar esses estados para criar uma nova arte", explicou-me entusiasticamente.

Se você quer fazer uma pergunta para Saunders, deixe-a na caixa de comentários. Todas as questões serão dirigidas ao entrevistado com os devidos créditos.


version 1/s/artes e ideias// //João Bakdash