Christine Alencar

Melomaníaca, nordestina sem sotaque, aprendiz de escritora. Futura mochileira e talvez um dia, esposa do Marcos Ramos.

O mistério que habita em nós

Nem tudo o que parece é, não se julga um livro pela capa, disso todo mundo sabe. Mas e você? Sabe tudo sobre si mesmo?


un-hombre-misterioso-sentado_1920x1200_53.jpg

Tentar compreender o que se passa dentro de nós mesmos, chega a ser tão difícil quanto compreender o que se passa dentro dos outros. Explicar de onde vem nossas vontades, sonhos, desejos, escolhas, tudo parece ser um mistério sem fim.

As vezes (quase sempre), tentamos nos convencer de algo que não faz o menor sentido. Fingimos não sentir o que estamos sentindo, ser quem não somos, só para parecermos mais inteligentes, simpáticos, interessantes e fortes. Mas na realidade, somos tão frágeis, principalmente quando se trata de demonstrar algo para outras pessoas.

E não adianta se fazer de difícil, misterioso, ou se esconder atrás da cara de mal, de atitudes frias, não adianta tentar mostrar indiferença, porque nada disso funciona, nada é real se você não for real. Quando se gosta de alguém, é possível ver através dela, pois nos apegamos a pequenos detalhes, e são esses detalhes que tornam alguém diferente, especial pra outro alguém. O ser humano é por natureza perfeccionista, por mais que se negue, todos buscam a perfeição, seja a própria ou a de quem se gosta.

E no meio disso tudo, percebemos o quanto a vida é cheia de coisas fascinantes, sentimentos tão complexos e misteriosos, que nem o mais sábio dos seres é capaz de definir. O amor é um deles. Muitos dizem saber o que é o amor, afirmam que já o sentiram diversas vezes, e até tentam descrevê-lo das mais diversas formas. Mas a verdade, é que o amor ainda é um grande mistério, e nem todos são capazes de desvendá-lo. Alguns até são, mas não possuem coragem suficiente pra isso, pois apesar de não conseguirem definir tal sentimento, conhecem as consequências de descobrir o verdadeiro amor.


Christine Alencar

Melomaníaca, nordestina sem sotaque, aprendiz de escritora. Futura mochileira e talvez um dia, esposa do Marcos Ramos..
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/recortes// @destaque, @obvious //Christine Alencar