andanças e palavras

Na varanda do mundo, um observador das coisas.

Paulo Spolidório

A História da Música em 7 minutos

Em busca da trilha sonora ocidental.


Certa vez disse Schopenhauer que "a música exprime a mais alta filosofia numa linguagem que a razão não compreende".

A História da Música confunde-se com a própria História da Humanidade, no rufar dos tambores, no lamento dos violinos, na sutileza das gotas do piano, na união perfeita de cantos e ecos, nas lembranças residentes nas cordas da lira, no grito libertário da guitarra, nas curvas sensuais do violão, no fim prenunciado pelas trombetas. Os sons misturam-se ao silêncio como o rio que invade o mar, ora suave, lento, plácido, ora revolto, bravo, imponente.

Aumentem o som!

A música, esse fio de lã esvoaçante que se desfia no ar! Bem tenta o pensamento apriosioná-la, apreendê-la por completo, mas as notas não se deixam capturar. Foram criadas para serem livres. A liberdade é o principal acorde da música sem o qual esta não sobrevive. Não se pode falar em música sem falar de liberdade.

musica-lanchonete.jpg

"Não morre aquele que deixou na terra a melodia de seu cântico na música de seus versos". Cora Coralina

"A esperança tem asas. Faz a alma voar. Canta a melodia mesmo sem saber a letra. E nunca desiste. Nunca". Emily Dickinson

"Sem a música, a vida seria um erro". Friedrich Nietzsche

"O homem que não tem a música dentro de si e que não se emociona com um concerto de doces acordes é capaz de traições, de conjuras e de rapinas". William Shakespeare

"Quem ouve música, sente a sua solidão de repente povoada". Robert Browning

"A música é o barulho que pensa". Victor Hugo

Enfim, sem música não há humanidade.

(Embora seja patrocinado por um banco, o vídeo não perde sua beleza)


deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 6/s/// @destaque, @obvious //Paulo Spolidório