animus movendi

Relativizando o movimento e o referencial

LuhanaSP

Palavras libertam sentimentos - movimento contínuo

CONCERTO PARA MÚSICA NOVA BRASILEIRA

Prodígio músico erudito improvisando para tocar piano e os sentimentos de um público, ainda mais interessado.


De formação clássica e escola tradicional – Conservatório Pernambucano de Música – dogmatismo, partitura e técnica erudita. Qual o formato de show que um artista com estas credenciais pode produzir e apresentar? A arte e a surpresa alinhavadas pelo talento e vigor, descortinam diante do espectador arranjos envolventes, influenciados pela música popular, muito jazz e sensibilidade.

vitor_araujo1.jpg

A mistura do erudito e popular, a riqueza essencial destes universos: tudo é música e música é tudo. Villa Lobos, Chopin, Beethoven, Dave Brubeck, Milles Davis, Bill Evans, Thelonious Monk, Luiz Gonzaga e Radiohead, tocados com personalidade e transformados pelo trabalho do pianista Vitor Araújo. A ousadia do repertório, inspira a performance e transmite o argumento estético sentimental, que insiste em brotar em mentes humanas: revolução.

Derrubar paradigmas é uma carta de recomendação, uma assinatura do estilo e do próprio trabalho. Pisar sobre o piano para pisotear as inquietações, fazer revidar os sentimentos mais calados e vê-los diante do brilho de uma exultante paixão. Vitor Araújo marcou presença com "Último dia” de Levino Ferreira, no curta-metragem "Superbarroco", da Diretora Renata Pinheiro, vencedor do Festival de Brasília e único filme brasileiro selecionado para participar do Festival de Cannes (2009). A música "Última Sessão" de sua autoria foi integrada ao documentário "Chico Mendes, Cartas da Floresta" (2010), além de interpretar outras músicas, presentes na trilha sonora. Com “Angústia” - concerto para piano escrito e composto pelo pianista (2011), a proposta agregadora de linguagens - exigiu a versatilidade do artista: música, poesia, cinema e teatro, além da utilização de técnicas e ferramentas contemporâneas. Outra vez, o novo. Vitor Araújo lançou mão de projeções, pedais de guitarra no piano e um sistema de som 5.1, utilizado em cinemas. O espetáculo expõe as angústias de um homem obcecado pela música, que renega esta paixão por uma vida de estabilidade e conforto; a busca pela recuperação do tempo e do elo com a própria vida - a música.

vitor_araujo.jpg

Para saber mais sobre o Vitor Araújo, shows & eventos.


LuhanaSP

Palavras libertam sentimentos - movimento contínuo.
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/musica// @destaque, @obvious //LuhanaSP