animus movendi

Relativizando o movimento e o referencial

LuhanaSP

Palavras libertam sentimentos - movimento contínuo

BANDO DE TEATRO OLODUM

O Bando de Teatro Olodum é um dos mais importantes grupos de teatro da cena baiana contemporânea (Bahia-Brasil). Possui uma trajetória de grandes sucessos com a consolidação de uma dramaturgia e estética próprias, muito ligadas à tradição sociocultural afro-brasileira.


bando-de-teatro-olodum_foto- João Milet Meirelles.jpg Foto de João Milet Meirelles

Companhia de teatro que teve sua estreia nos palcos da cidade baiana de Salvador, em janeiro de 1991. Integrada pelos diretores Márcio Meirelles e Chica Carelli, diretor musical Jarbas Bittencourt e pelo coreógrafo Zebrinha, é formada exclusivamente por atores negros. Defende a estética e a tradição sociocultural da raça negra, com expressão e expressividade atuais e dinâmicas.

Para o bando, o palco torna-se uma ferramenta de transformação e conscientização e o espetáculo é a especial oportunidade de conjugar técnica e arte na tradução de uma linguagem popular e sensível.

Cabaré da Rrrrrraça

cabaré da raça.jpg Foto de Aline Trettin

cabaré da raça-2.jpg Foto de Aline Trettin

cabaré da raça-3.jpg Foto de Aline Trettin

Em maio de 2000, o Bando teve seu trabalho reconhecido pelo Itamaraty, através do Ministério da Cultura, que escolheu o espetáculo "Cabaré da Rrrrrraça" para apresentar-se aos embaixadores e membros do corpo diplomático de 16 países africanos.

“Cabaré da Rrrrrraça” – um sucesso do grupo, teve sua estreia em 1997, repetiu muitas temporadas - em cartaz por mais de 13 anos. Uma origem inspirada na "Raça Brasil", publicação editorial lançada como "a revista dos negros brasileiros". Em pauta: a busca pela identidade da raça e as possibilidades construtivas de libertação do pensamento “médio” e reprimido, que muitas vezes se faz repressor pelo preconceito.

A arte liberta.

bando de teatro olodum-1.jpg O Bando de Teatro Olodum

Elenco: Arlete Dias, Auristela Sá, Cássia Valle, Cell Dantas, Clésia Nogueira, Ednaldo Muniz, Elane Nascimento, Érico Brás, Fabio Santana, Geremias Mendes, Jamile Alves, Jorge Washington, Leno Sacramento, Marry Batista, Rejane Maia, Ridson Reis, S.L. Laurentino, Telma Souza e Valdinéia Soriano.


LuhanaSP

Palavras libertam sentimentos - movimento contínuo.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/Artes// @destaque, @obvious //LuhanaSP