Ana Filipa Carvalho

Estudante de Belas-Artes apreciadora de todas as formas mágicas de Arte mas com um fraquinho enorme por música.

Dirty Beaches

Dirty Beaches é um projecto one man show. Alex Zhang toca guitarra, canta e domina sozinho em palco usando por vezes samples inspirados pela paixão de Zhang pelo Hip Hop. A sua música tem um toque de Low-Fi, Psicadelismo, Música Experimental e até Rockabilly, tornando-se única.


Dirty+Beaches+DB.jpg

Alex Zhang Hungtai nasceu em Taiwan, mas não é de lugar nenhum. Viajando de lugar em lugar durante a sua vida, devido a uma família fracturante, o cantor e compositor sentia-se, por vezes, à deriva. Numa recente entrevista telefónica ele descreve o ambiente dos seus vinte e tal anos na China como "um estranho deslocamento sobre deslocamento". E esse mesmo sentimento pode ser encontrado na sua música. Estas são de uma variedade que vai desde o simples sampling ao soar a relíquias dos primórdios do Rock and Roll.

Hungtai é uma refrescante surpresa no actual mundo musical alternativo. Começou a apostar na música acerca de cinco anos depois de se mudar para Montreal no Canada, lançando sete singles de qualidade que resultaram no seu primeiro longa-duração, Bandlands, que saiu a 29 de Março de 2011.

Dirty+Beaches+l_6808063039ca4a42885129d0b706.jpg

Dirty Beaches é um projecto one man show. Alex toca guitarra, canta e domina sozinho em palco usando por vezes samples inspirados pela paixão de Zhang pelo Hip Hop. A sua música tem um toque de Low-Fi, Psicadelismo, Música Experimental e até Rockabilly, tornando-se única. O personagem central em Dirty Beaches é o produto de certas experiências pessoais vividas por Alex, como viajar longas distâncias á procura de algo, em exílio, deslocado, sem nenhum lar ao qual regressar. A música “Lord Knows Best” é talvez o exemplo actualmente mais conhecido deste talentoso artista, que vos deixo em baixo.


Ana Filipa Carvalho

Estudante de Belas-Artes apreciadora de todas as formas mágicas de Arte mas com um fraquinho enorme por música..
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/musica// @destaque, @obvious //Ana Filipa Carvalho