Felippe Fiori

Prefere entender um pouco de tudo, do que tudo de um pouco.

O grafite de burca do Afeganistão

Quando você olha a imagem de uma mulher de burca grafitando as paredes do Afeganistão, qual a sensação que você tem?


malina.jpg Malina Suliman

As grafiteiras Malina Suliman, 23 anos, e Shamsia Hassani, 24 anos, são realmente dois pontos fora da curva. Em um país que está em guerra, de cultura bem repressora e com uma interpretação religiosa extremista, estas duas jovens fizeram o mundo escuta-las através de sua arte.

sham1.jpg Shamsia Hassani

Porque, além de grafitar, estas duas garotas ainda utilizam-se da arte para criticar a situação presente do Afeganistão e demonstrar de que forma opressora as mulheres vivem por lá. Lendo diversas entrevistas que elas deram, é muito claro ver que as jovens não desejam ser revolucionárias ou extremistas, elas tem um pensamento muito mais brando com relação a isto, elas querem pelo menos o mínimo, o básico. O lema da Shamsia, por exemplo, é curto e muito expressivo, e explica bem o que eu disse acima:

“A liberdade não é remover a burca, é ter paz.”

sham2.jpg Shamsia Hassani

A sociedade na qual vivemos pouco compreende a cultura muçulmana, e se acostumou a adjetivar o Afeganistão apenas com palavras que nos lembram de guerra, violência e terrorismo. Esta mesma sociedade então recebe através destas duas jovens afegãs uma mensagem que demonstra claramente que elas estão lá, que elas pensam e tem uma vida igual a qualquer outra pessoa. Elas esperam ser ouvidas. Elas querem ter paz.

É difícil mensurar em um mero texto a coragem, ousadia e determinação que ambas tiveram, mas eu acho que isto vai da reflexão de cada pessoa que verá as imagens que aqui estão, as vezes é complicado encontrar palavras para dimensionar uma imagem.

malina2reu.jpg Malina Suliman - foto © Ahmet Nadeem / REUTERS

Malina Suliman já recebeu diversas ameaças do Taliban, e o seu pai já foi agredido na rua. Shamsia Hassani atualmente produz em lugares fechados, pois grupos extremistas já jogaram pedras e ácido em mulheres nas ruas de Cabul. Mesmo assim ambas continuam grafitando.

shamsia3.jpg Shamsia Hassani - Foto retirada da Pagina Oficial do Facebook.

Se um dia você tentar explicar para alguém o porquê a arte é importante, mostre a imagem destas meninas de burca grafitando no Afeganistão e pergunta para ela o que ela vê. Seria somente uma pessoa pintando um muro? uma arruaceira?

malina4.jpg Malina Suliman - Foto retirada da Pagina Oficial do Facebook.

Caso tenha ficado interessado, elas têm paginas no facebook:

Shamsia Hassani Malina Suliman

E também, uma entrevista com a Shamsia Hassani feita pelo site Mistura Urbana:


Felippe Fiori

Prefere entender um pouco de tudo, do que tudo de um pouco. .
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/artes e ideias// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Felippe Fiori