aquempossainteressar

Qualquer coisa sobre tudo

Gabriella Borges

Uma goiana estereotipada. A não ser pelo fato de ter crescido em Pernambuco, morar na Paraíba e torcer por um time do Rio Grande do Sul.

A luz e a sensibilidade de Mathws Aires

Em 2010, o fotógrafo e diretor de arte Mathws Aires, abriu as portas da House of Mathws - uma plataforma artística experimental - para o mundo. Agora, em 2013, abrimos uma janela para a House of Mathws no Obvious.


Em 2010, o fotógrafo e diretor de arte potiguar Matheus Aires, ou Mathws Aires, assim como assina seus trabalhos, abriu as portas da House of Mathws para o mundo. House of Mathws é uma plataforma artística experimental – como o seu criador mesmo define. Na época em que o projeto se iniciou, Mathws postava uma foto por dia, totalizando 365 imagens ao final do ano. No ano sequente, Mathws trouxe um editorial de moda e/ou personalidade por mês. Foram 12 editorias em 12 meses.

Mathws fotografa através de uma sensibilidade tão apurada que é impossível não devorar cada cômodo da House em questão de horas. Superatencioso, pude ter uma conversa com ele, que você pode curtir abaixo em meio a alguns de seus espetaculares cliques.

309_1.jpg

1. Quando você entrou para a fotografia e por quê?

Desde pequeno, eu sempre tive uma preferência por coisas visuais. Na escola sempre eu era melhor em tarefas visuais. Mas foi na faculdade de Publicidade e Propaganda que eu fui definindo em que área da imagem eu queria seguir e, na mesma época, o mundo da moda foi ficando mais familiar pra mim. Em pouco tempo eu percebi que era a fotografia, e mais precisamente, a de moda, a minha paixão. A moda, que é uma forma visual de comunicação, precisa da fotografia para se comunicar. É algo muito complexo, é ciência e indústria... Algo que ainda envolve arte e estilo de vida, coisas que também amo.

EDITORIAL-2-BASEACID-8-1.jpg

2. Você já possui alguns anos de fotografia. Sempre foi focado em moda ou já passou por outras vertentes, como a fotografia social (casamentos, aniversários, etc), por exemplo?

O foco é a moda, mas eu acabo fazendo tudo que está dentro da publicidade, apenas. Graças a Deus a minha formação permite que eu trabalhe com a fotografia publicitária. Não é algo fácil, você vai fazer uma imagem para convencer um público a favor de uma ideia. Então, a minha paixão é a fotografia de moda, mas eu faço e adoro a fotografia de gastronomia, personalidade, arte... Sou publicitário, então fotografo campanhas publicitárias, um anúncio para um evento. Sou também diretor de arte, que é o que me sustenta. Fotografia social não é minha praia. Sempre me ligam perguntando se eu faço casamento, mas não. Por enquanto, nem passa pela minha cabeça trabalhar com esse lado da fotografia.

356_1.jpg

332_1.jpg

3. Mesmo sabendo que sua paixão é por moda, você acha que trabalharia fotografando alguma outra coisa?

Já fotografo gastronomia, pois tenho um cliente do ramo gastronômico... Fotografia científica é uma coisa incrível! Imagens microscópicas, ação da natureza, animais... O mais interessante Instagram que sigo é o do NatGeo, fico me imaginando fazendo aquelas imagens inspiradoras mundo a fora... Quem sabe um dia (risos).

07_11.jpg

4. Na hora de fotografar, tem algo que você mais gosta?

Sim! Roupas confortáveis para a batalha e de uma boa equipe responsável, que sabe onde começa e onde termina a função de cada integrante. Deixa eu também dizer que adoro uma boa (e experimental) luz, adoro uma modelo com a capacidade de se reinventar, algo raro! E também adoro um bom orçamento, porque eu não sou de ferro (risos).

2_BRAZILITY_6_1.jpg

2_BRAZILITY_7_1.jpg

2_BRAZILITY_11_1.jpg

5. Dentre tantas fotos que você já fez, qual foi a que mais gostou de fotografar, aquela que mais te tocou?

Essa foto ainda não aconteceu. Mas um dia...

4_LACED_4_1.jpg

6_BEAUTIFUL_4-1.jpg

6_BEAUTIFUL_14-1.jpg

41_1.jpg

15_1 (1).jpg

167_1.jpg

319_1.jpg


Gabriella Borges

Uma goiana estereotipada. A não ser pelo fato de ter crescido em Pernambuco, morar na Paraíba e torcer por um time do Rio Grande do Sul..
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/fotografia// @destaque, @obvious, eros //Gabriella Borges