arquitetura do sagrado

quando a forma segue o significado e a beleza é uma função.

Eduardo Faust

Arquiteto e Urbanista, graduado pela UFSC e pós-graduado em Arquitetura Sacra pela FAJE.
Sócio fundador do escritório FAUST arquitetura em 2005, com obras em 6 estados em mais de 20 cidades. Estruturado em linha autoral, busca a conexão dos elementos arquitetônicos vernaculares com a pluralidade da pós-modernidade.

Noé da bíblia e Noé de Aronofsky

O que o filme Darren Aronofsky tem em comum com as escrituras.


25146848.jpeg

Noé (Noah) é um filme dirigido pelo americano Darren Aronofsky, sujeito de filmografia impecável: Pi, Wrestler, Réquiem para um Sonho, Cisne Negro, etc.

[Assista ao filme, e então volte a este texto iniciando desta linha]

Particularmente me perguntei ao terminar o filme: Porque o filme se chama Noé? Explico.

Anjos caídos não ajudaram noé, da para entender que tal criação gera cenas épicas de ação, importantes para dar ritmo ao blockbuster.

2014-Noah-Wide.jpg

Metade do filme é baseado numa crise familiar por falta de mulheres e pela falsa impressão de Noé de que sua missão era extinguir a raça humana. Aliás ele deixou de salvar vidas por esta falsa impressão, além disso ele quer matar uma neta que virá a nascer. Tubalcaim entrou na arca como intruso. Nada disso está na Torah, no antigo testamento, no Corão, tudo criado para o filme.

noah-2-Copy.jpg

Deus falou diretamente com Noé e na arca tinham 3 filhos com 3 esposas, um trabalho solitário de uns 100 anos [Noé tinha 600 anos na época do dilúvio]. Um ponto interessante é como o filme retrata a humanidade que realmente estava degradada.

A única coisa que condiz com o personagem bíblico é a arca e o dilúvio de resto é tudo diferente. Particularmente não entendi o conceito: Pegar uma história lenta e inventar exércitos para cenas épicas.Pegar uma história da Bíblia e tentar ser secular ou gnóstico, por exemplo Deus é chamado de "criador" e a narrativa não é religiosa. Criar um drama familiar transposto do século XXI para a história.

noah2.jpg

Ao final da história, apesar do talento de Aronofsky, o filme não agradou a crítica, nem aos religiosos, nem aos fãs de filmes épicos/fantasia. A história bíblica de Noé piora o filme e o filme piora a história bíblica. Algumas cenas são geniais, como a forma como é ilustrado o momento em que Noé conta a história da criação.

Filmes trabalhados de forma muito fiel aos livros costumam dar errado, e Noé da uma pista de que o outro extremo também pode ser verdade.

N-50691.jpg

Este artigo é para que você possa num almoço de domingo fingir pra sua avó e pra sua tia que lê Bíblia de vez em quando.


Eduardo Faust

Arquiteto e Urbanista, graduado pela UFSC e pós-graduado em Arquitetura Sacra pela FAJE. Sócio fundador do escritório FAUST arquitetura em 2005, com obras em 6 estados em mais de 20 cidades. Estruturado em linha autoral, busca a conexão dos elementos arquitetônicos vernaculares com a pluralidade da pós-modernidade. .
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/cinema// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Eduardo Faust