arquitexturas musicais e a vida...

Quando os sons que permeiam a vida arquitetam nossa forma de ser

Edgard Georges El Khouri

Arquiteto e urbanista, adicto musical.

Gosto da incisividade, não no sentido ferino, mas no encarar a realidade da metrópole como única possibilidade da melhoria urbana e social.

ESPAÇOS PÚBLICO-PRIVADOS NA ARQUITETURA E NO URBANISMO

Espaços público-privados, o interesse social versus o privado, integração, áreas verdes e a ocupação urbana.


conc1 004.jpg

Numa cidade como São Paulo, onde o adensamento urbano acontece de forma atabalhoada - pouco ou nada disciplinado, sem planejamento eficaz - e o interesse financeiro do setor imobiliário dita as "regras" na prática, espaços públicos de qualidade rareiam.

Árvore CON.jpg

Um espaço de qualidade que é sempre lembrado, com muita justiça diga-se, é o conhecido Conjunto Nacional na Avenida Paulista. Jamais esquecendo-se de que ele é também residencial, os serviços ali encontrados no espaço comercial convivem com excelentes equipamentos culturais, como cinemas, livrarias e espaço comum que é sempre destinado a eventos diversos e exposições temporárias... e esse é um projeto dos anos 1950!

Conjunto Nacional.jpg Conjunto Nacional, São Paulo - fotos de Guilherme Coelho e Paulo Takimoto

Operações urbanas, o chamado espaço público-privado nasce geralmente do interesse específico de uma empresa em construir fora dos padrões e regras ditadas pelo Plano Diretor da cidade. Para tal, esta empresa ou organização oferece uma contrapartida para um uso misto do espaço a ser projetado e compartilhado com o público.

Itaú Conceição.jpg Autores desconhecidos, fonte: internet

Muito antes de se ouvir falar em parcerias público-privadas, as conhecidas PPP, o Banco Itaú e a prefeitura do município firmaram um acordo arrojado, numa das mais belas obras de arquitetura contemporânea integrada a um refinado paisagismo, a Praça Alfredo Egydio de Souza Aranha e o Centro Empresarial Itaú Conceição, localizado junto à estação homônima do Metrô de São Paulo.

ceic 032.jpg

Nesta bela solução projetual, a magnífica praça liga uma avenida principal à uma rua secundária localizada em nível inferior, através de terraços verdes em níveis, em meio à esculturas e obras de arte.

ceic 026.jpg

Neste nível inferior, temos um maravilhoso parque situado ao lado deste complexo, que foi a residência de Lina e Paulo Raia, e que emprestam seus nomes ao local. E tudo isso se dá em meio a uma propriedade privada, e que tem o seu uso compartilhado com o público, que pode desfrutar de um incomum e bem vindo oásis moderno, permeado de espécies nativas e exóticas, cuja manutenção de todo este espaço é muito bem executada a cargo da empresa.

escadas e rampas.jpg

A felicidade deste projeto reside nesta integração quase perfeita entre esses dois níveis, que se dá por meio de uma escadaria para o público (talvez o único 'defeito' do projeto, considerando ser dos anos 1980), e por rampas internas e privativas para os funcionários do conglomerado.

IMG_20140401_123357.jpg

Do árido asfalto da avenida principal à rua secundária em nível inferior, esta transição se dá de forma suave pela inserção do verde e de espelhos d'água, numa felicíssima e agradável integração.

ceic 014.jpg

Espaços extremamente democráticos, que integram transportes coletivos e empresa, o público e o espaço verde com qualidade ímpar, apenas comparável a países mais desenvolvidos para este tipo de empreendimento.

Não existem 'pecados' numa associação como essa, muito pelo contrário! Soluções de qualidade deste tipo, essas sim servem de exemplo daquilo que a cidade deveria buscar incessantemente, dada a extrema carência de áreas verdes para o público. Todos ganham num empreendimento assim!

Tornar a cidade um pouco mais humana e habitável, estes são caminhos que deveriam ser amplamente estimulados e seguidos.

ceic 025.jpg

Todas as fotos de autoria de Edgard Georges El Khouri, copyright ®elkhouri, exceto aquelas indicadas


Edgard Georges El Khouri

Arquiteto e urbanista, adicto musical. Gosto da incisividade, não no sentido ferino, mas no encarar a realidade da metrópole como única possibilidade da melhoria urbana e social..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/arquitetura// @destaque, @obvious //Edgard Georges El Khouri