artefacto artefoto

O olhar perplexo de um Poeta diante da Vida

João Carlos Figueiredo

Um escritor e uma câmera: palavras ilustradas pela vivência cotidiana, cenários explicados pela expressão da alma... Artefacto servindo ao poeta: arte e foto num sincretismo que se entrelaça nas relações deste escritor com o mundo que o rodeia e perverte...

Sentimento Estranho

Estranha sensação que me envolve e cala,
Desejo incontido e mudo neste chamado inútil…
Secreto sentimento na mensagem cifrada,
Entendimento cego que amedronta e mata…


DSCN3442.JPG

Há um engasgo em meu peito… um soluço rouco, Receio de mim mesmo – desvario ou sonho? Pesadelo recorrente, a me levar, desperto, Temor apavorante de acordar sozinho…

E me perceber silente, desfalecido, exangue, O pulso inerte, o peito ocluso e meu olhar sem luz, E a sensação confusa de me saber ausente, E a consciência inconsolada, a consumir meu ser…

Em meu entorno, a noite: negra, eterna e fria; Em mim, alma apartada, a solidão perene, E a certeza atordoante de meu destino, enfim... Saber constrangedor de não estar aqui…


João Carlos Figueiredo

Um escritor e uma câmera: palavras ilustradas pela vivência cotidiana, cenários explicados pela expressão da alma... Artefacto servindo ao poeta: arte e foto num sincretismo que se entrelaça nas relações deste escritor com o mundo que o rodeia e perverte....
Saiba como escrever na obvious.
version 4/s/Poesia// //João Carlos Figueiredo