arxvis

dentro do momento

arxvis

artista plástica
e transpirante poeta

Das Leben der Anderen (a vida dos outros)

berlim oriental, 1984. um oficial da stasi - burocrata da mais fina e cinza estirpe - recebe a missão de monitorar a casa de um famoso dramaturgo, porque o ministro da cultura se interessou por sua namorada e quer que o artista desapareça.
durante a monitorização, o burocrata descobre o mundo das artes, do amor e da liberdade de espírito, até então desconhecidos por ele, e passa a proteger o artista, falsificando seus relatórios.


obvious5.jpg

a balada de um homem bom - num momento muito comovente no filme, onde o dramaturgo toca essa peça no piano em homenagem a seu amigo artista suicida, o burocrata (secretamente na escuta) toma consciência da força inexorável e imponderável da arte. essa transformação - um trabalho minimalista, finíssimo, do ator Ulrich Mühe - emociona ainda mais que a morte injusta do artista, ou a linda composição e interpretação da música, ou o sentimento de perda despido no rosto do dramaturgo. somos testemunhas do nascimento de um ser humano na sua mais plena manifestação - um homem heróico, curioso, bom.

um filme perfeito. conta de forma refinada a história hermética, circular, reconhecível em vários níveis, do poder da arte em nossas vidas: num mundo sem arte, sem amor, e sem liberdade de espírito somos coisas mecânicas, descartáveis, cinzas. cada segundo desse filme arrasa e enriquece. uma obra de arte total que me silenciou e enfureceu, e me tornou mais uma vez consciente da minha própria humanidade e de meu anseio pelo sublime, naquele tocante meta-momento.


arxvis

artista plástica e transpirante poeta.
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/cinema// //arxvis