arxvis

dentro do momento

arxvis

artista plástica
e transpirante poeta

meus limites são infinitos

comecei a dar nome às bactérias, que com elas compartilho meu espaço


drama2.jpg

alcohol é analgésico pruma dor que não se ausculta. descobri umas marcas roxas no meu corpo, que não me lembro e nem senti ou mesmo sinto. existe nada pior na vida do que deixar sensação e sentidos passarem desapercebidos.

quem me lê pensa que sou só, só eu, triste e pronta pra ponte, pro pulo - eu, que tripulo o desmonte! que nada - não sou, sou só meio desajustada, sou muito nova mas velha demais. invejo o sol porque hoje é sábado, o resto é enfeite.

é que às vezes me sinto como o james dean na cena da geladeira: a única que me entende e me acaricia é a garrafa fria de leite.


arxvis

artista plástica e transpirante poeta.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/// //arxvis