arxvis

dentro do momento

arxvis

artista plástica
e transpirante poeta

enquanto o dia não acaba

às vezes sou muito perceptível, mesmo no silêncio, no escuro, ou quando não estou ou quando me deixo esperando até o último instante. faço que descanso, viro sumida, já de saída - flecha solta eu vou, voando. mas tem hora que não tenho o espírito, só a vontade. tudo bem, uns sofrem mais que outros e tudo no fim é mesmo só uma questão de segundos


obvious53.jpg

descobrí num canto da casa um quê empoeirado da vida, e limpei com um pano molhado. todo dia esse ato me atrasa o trabalho, o amor, a acolhida, o olhar, a ira, o linguado queimando com ervas na brasa, a água já seca e ardida, meu riso um deserto cansado. à noite, a lua me vaza - murcha, só, aborrecida - seu segredo indiscriminado: fica quieta e não extravasa, a alegria vem sempre medida, e esse pó é teu triste legado!


arxvis

artista plástica e transpirante poeta.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
x1
Site Meter