arxvis

dentro do momento

arxvis

artista plástica
e transpirante poeta

½ dúzia de 3 ou 4: tantos e muito mais

extremamente contemporâneos porque criadores de uma música que não se prende ao tempo e nem empoeira, ½ dúzia de 3 ou 4 faz sua arte como quem cozinha: misturando temperos, fontes, estilos, convidados, idéias e - sempre com humor - um pouquinho de ácido sarcástico, claro


meiaduzia.jpeg

tarde dessas tive o privilégio de tomar umas tantas cervejas com o thiago, num boteco de esquina da barra funda, em são paulo. o sol quente, os carros rentes, as mesinhas cheias de gente, e nós nesse repente da vida, jogando conversa fora - como se deve numa situação dessas. quer dizer: jogando conversa dentro, porque thiago é um homem fascinante, cheio de conhecimentos e sabedorias, talentos e especiarias - e minhas orelhas estavam atentas, e meus olhos sedentos, e meu paladar nesse formigamento de uma nova garrafa estupidamente gelada, lugar comum num momento incomum. thiago, uma das cabeças e corações do ½ dúzia de 3 ou 4, me disse que na hora de compor há sempre um ou outro 'diretor', o que toma essa ou aquela decisão quanto aos arranjos, letras, etc, do prolífico leque de estilos que compõe o repertório desse grupo. e que agora estao ensaiando pra apresentar esse projeto de um ano, que foi o fim está próspero {a trilha sonora (oficial) do fim do mundo}.

'Samba Desenredo para o Fim dos Tempos':

thiago contou mais coisas, enquanto que eu lenta e definitivamente me embebedava sob o sol dos trópicos. mas vou deixar que eles falem por si: abaixo segue uma extensa entrevista com os mestres da vanguarda paulista, para o banda desenhada: "Banda Desenhada - Já classificaram a música de vocês de experimental e, decididamente, ela não é pop. Alguns críticos desta geração falam que ela faz música para o próprio umbigo. O que vocês acham disto? Luciana Bugni – Mas fazemos crônicas musicais sobre assuntos que supostamente interessam a todo mundo... Não concordo com essa coisa de umbigo não... De fato, não é fácil de digerir. É algo para se ouvir prestando atenção e o anticlímax dificulta um pouco mesmo. Aí ou você desiste ou persevera. Vai do umbigo de cada um. [Risos]. Marcos Mesquita – São crônicas, mas também tem muita piada interna... Thiago Melo – Eu gosto do meu umbigo e ele não é pra qualquer um. [Risos]. Mamãe fez direitinho. Não pretendo ganhar a vida com música. Nosso trabalho é de formiguinha e não pertencemos a nenhuma panelinha. As poucas pessoas que são tocadas pelo nosso som são suficientes para me fazer feliz e contar uma boa história para os meus netos, se eu não morrer de fome até lá. [Risos]. Daniel Carezzato – Das duas, uma: Ou eu morro pobre ou eu não morro. [Risos]."

leia o resto dessa entrevista muito interessante, cheia de insights e risadas, no site do banda desenhada

'Classificados (com Tom Zé)':

episodio especial da caipirinha appretiation society dedicado ao fim do mundo e ao 1/2 dúzia de 3 ou 4, 'the sequel':

1/2 dúzia de 3 ou 4 (da esquerda para a direita): marcos mesquita, daniel carezzato, thiago melo e luciana bugni | foto: daryan dornelles: 1N8D0026T.jpeg

visite o riquíssimo site de 1/2 dúzia de 3 ou 4 aqui


arxvis

artista plástica e transpirante poeta.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/// @destaque, @obvious //arxvis