as rosas falam

jornalismo, cultura e olhar crítico

Juliana Rosas

Jornalista e cinéfila. Fotógrafa nas horas vagas. Amante das artes nas horas cheias.

Um franco atirador

Seus alvos são tão diversos que às vezes desorientam. Galã, comediante, ativista, polêmico, maconheiro, rei dos selfies. James Franco já mostrou várias de suas facetas. Aqui, uma despretensiosa volta por algumas.


James-Franco-james-franco-29106197-1000-751.jpg

Muitos podem ter conhecido o artista James Franco apenas como um rostinho bonito em filmes como Tristão e Isolda (Tristan, 2006) ou até como o melhor amigo de Peter Parker na franquia "Homem Aranha". Quando me "apaixonei" por James, costumava referenciá-lo a outros como “o namorado de Sean Penn em Milk”. Ou seja, uma referência que não era para muitos. E para mim, mesmo sendo o namorado gay, ele era “hot as hell”. E quando um dia alguém uniu o nome à figura e soltou um “ah, o melhor amigo do Homem Aranha” quase caio para trás. Como assim?! Aquele cara que eu estava acostumada a ver em filmes decentes numa franquia blockbuster??!!

A partir de então, acompanhei aqui e ali, às vezes menos às vezes mais, a carreira de Franco, suas peripécias on e off screen, seu “envolvimento” com a indústria pornográfica, suas incursões literárias e acadêmicas, etc. Bem, vamos nomear algumas atividades do Sr. Franco: ator, diretor, roteirista, comediante, produtor cinematográfico, escritor, entre outros. Parece que pinta nas horas vagas. Ainda atuou como professor em cursos curtos de universidades americanas. Suas produções literárias incluem o livro “Palo Alto”, que resultou no filme homônimo de 2013, onde o mesmo atuou.

james-franco-naked-selfie.jpg

Esclarecendo seu envolvimento com a indústria pornô, o ator falou sobre sua curiosidade com a área em várias entrevistas. Daí surgiram algumas produções, como o documentário Kink (2013), em que foi produtor, e dirigiu Interior. Leather Bar. (2013), um drama ficção onde se imagina como teriam sido os 40 minutos de cenas gays deletadas do filme “Parceiros da Noite” (Cruising, 1980). Além disso, atuou em “Doce Tentação” (About Cherry, 2012) e Lovelace (2013), ambas as películas tendo a pornografia como pano de fundo. Nada contra, apenas citando interesses do rapaz.

So+this+popped+in+my+fb+feed_30b384_5383920.jpg

Nos últimos anos, Franco tem permanecido na mídia, porém, nem sempre pelos melhores motivos. Ele causa furor por postar fotos que sabe que vão dar o que falar em redes sociais (como as selfies em que aparece de cueca); zomba fotos famosas, como a de John e Yoko; além de também satirizar clipes como o já ridículo Bound 2, de Kanye West, protagonizado por ele e a também hiper midiática esposa, Kim Kardashian. Essas últimas peripécias tiveram colaboração do parceiro cinematográfico e amigo na vida real, Seth Rogen. Entre suas piores contradições midiáticas está a que ele teria dado em cima de uma garota menor de idade. James Franco tem 36 anos. Nesta entrevista, ele esclarece e se desculpa pelo ocorrido.

Coincidentemente, nesse meio tempo, nas telas, Franco apareceu como um professor sedutor de alunas em Palo Alto e um gângster que seduz belas jovens em Spring Breakers (2012). Outra coisa notável nesses filmes é o tédio vivido por jovens ou adolescentes ou a dificuldade em adequar-se. Estaria Franco também meio entendiado com sua vida de superastro? Há quem diga que sua exposição na internet faz parte de uma série de experimentos sociais. Por outro lado, suas produções como roteirista e diretor são consideradas sérias e têm um teor mais profundo, como “Último Desejo” (As I Lay Dying, 2013) e The Broken Tower (2011).

No fim de 2014, seu nome mais uma vez ressurgiu em meio a controvérsias, desta vez, ligadas à produção “A Entrevista” (The Interview, 2014), filme que causou problemas com a Coréia do Norte e com algumas outras entidades. Várias salas de cinemas deixaram de exibir a película, temendo retaliações. Ao final, o filme não é para tanto. É um pastelão, comédia besteirol americana tentando causar polêmica e trazendo uma atuação extremamente over e exagerada dos atores, incluindo a do próprio Franco.

James-in-Milk-james-franco-4537348-704-384.jpg

Lendo um pouco sobre sua vida e vendo um pouco de suas produções, James faz jus à alcunha de franco atirador. Seus alvos são muitos e diversos. Por mim, ele poderia continuar atirando para vários lados, contanto que não errasse a mão.


Juliana Rosas

Jornalista e cinéfila. Fotógrafa nas horas vagas. Amante das artes nas horas cheias..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/cinema// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Juliana Rosas