atenciosamente...dominique.

Disseram que era só uma fase.

Dominique Silveira

Tropeça muito, pois cresceu demais. Acorda de mal humor, e é adepta da gentileza. Casca dura, coração mole.

10 razões, para 5 dias (ou uma vida), de 1 viagem (ou uma vida)

Sem a pretensão de ditar regras e criar padrões. São apenas o que são: 10 razões simples, observadas em 1 viagem inusitada, que durou 5 dias. Mas caso surja a intenção de extrapolar para a vida, pode.


vintage luggage3.jpg

1 - De alguma maneira que ainda não se explica muito bem, viajar é um meio também de descobrir um lado seu que se esconde em meio à rotina. E você só se encontra quando vai disposto também a isso.

2 - Gentileza abre portas. Abre janelas. Dá informações. Quebra barreiras. Amolece gente dura, ou cansada demais pra responder suas perguntas, de madrugada, no aeroporto. A ajuda pode vir de onde menos se imagina.

3 - As pessoas, no fundo no fundo, querem viver muitos anos, e bem. Até as que dizem que não. Observe as expressões das pessoas quando o avião passa por uma zona pesada de turbulência/instabilidade.

4 - Pessoas que viajam são mais abertas e, de alguma forma, mais felizes. E isso não tem relação diretamente com o dinheiro.

5 - Sobre aquelas que deixaram seus países/estado/cidade natal, quando elas dizem que têm saudade de casa, nem sempre é o caso de dizer "E porque saiu de lá?". São outras circunstâncias, que nada têm a ver com a saudade que sentem. E acredite, elas sentem muita.

World_Travel_Collage_by_antarctica246.jpg

6 - Duas coisas que não dá pra segurar: O riso, e as lágrimas ao ouvir uma sequência das músicas que você mais gosta, com o artista que você mais admira, tudo ao vivo, rodeada de gente se sentindo da mesma maneira. Não dá pra segurar, e nem precisa.

7 - Respeito é linguagem universal. Todo mundo entende.

8 - Ouça conselhos, anote dicas, mas tire suas próprias conclusões sobre pessoas, lugares, situações, tudo.

9 - Leve com você uma máquina fotográfica carregada e com bastante memória, se você é do tipo de pessoa que se sente bem fotografando até folha no chão. Mas sobretudo, leve um coração bem aberto, ouvidos atentos, um tênis pra andar muito ou pular muito num show, e um olhar ( mais demorado) de turista, não se deixando atingir pela armadilha soberba do "eu já conheço tudo ali. Não é mais novidade pra mim". Você pode se surpreender um bocado.

10 - Ser prudente é importante. Mas confiar é preciso. Corre o risco de quebrar a cara, e o destrambelho acontecer. Ou você pode conhecer uma família fora de casa que te acolhe, ou começar amizades inusitadas. E um bocado de coisa dar certo.

* Este artigo não possui relação alguma com propagandas de agência de viagens/Imagens: Google. Vídeo: Youtube.


Dominique Silveira

Tropeça muito, pois cresceu demais. Acorda de mal humor, e é adepta da gentileza. Casca dura, coração mole..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Dominique Silveira