atenciosamente...dominique.

Disseram que era só uma fase.

Dominique Silveira

Tropeça muito, pois cresceu demais. Acorda de mal humor, e é adepta da gentileza. Casca dura, coração mole.

O tiro certeiro da palavra

Ok, resolvi sair um pouco da proposta. Aqui vai parte do que penso sobre o redemoinho de opiniões que nos cerca. É uma confusão muito própria, mas vai que alguém mais além de mim, pense de maneira parecida, não?


imageTAR.JPG

O mundo parece ter descoberto um novo tipo de arma, que mais parece velha, uma vez que seu uso constante (em casos, abusivo até) a fez ficar com aparência de coisa saturada: a palavra. A diferença é que, um pré-requisito fundamental para um uso de armas dentro da legalidade é algo comprobatório de que uma pessoa detém posse de armas. Com palavra, isto não existe. E em se tratando das redes sociais então, nem se fala. Ou melhor, só se fala.

Todo mundo, ao contrário do Raul, tem uma opinião sobre tudo, formada, mas não velha. E mais, a tornam públicas, andam com elas no cinturão, a ponto de bala, para o caso de outra pessoa, munida de sua opinião - calibre 38 - resolver também usá-la, seja lá por que motivo.

dialogo10.jpg Imagem Google.

Sou uma pessoa que faz uso do recurso da internet no meu cotidiano, como muitos. Uso para os estudos, para notícias e para entretenimento, como muitos. Acho que é um recurso que tem mais vantagens do que desvantagens, quando bem usado. E é de fundamental importância que as pessoas façam uso destas plataformas para expor suas opiniões.

Acontece que, de uns tempos para cá percebi com maior vigor o quanto a palavra está virando uma arma poderosa e o quanto as pessoas estão confusas em como usá-la. Temos uma geração de confusos frente à quantidade cavalar de informações despejadas nestes meios com a velocidade de um tiroteio. E aí, como um cego neste ambiente, ficam perdidos e saem atirando para todos os lados, não interessando muito (ou nada) se alguém será atingido por alguma "bala perdida". Afinal, trata-se de um tiroteio, não é?

É...

facebook-surreal3.jpg Ilustração do artista polonês Pawel Kuczynski.

De uma maneira mais geral, gosto dos tempos modernos, e das tecnologias que os compõem. Mas da mesma maneira que me sinto desconfortável quando vejo armas nos cinturões em grande quantidade, vagando por ai, também me sinto quando vejo as opiniões em cinturões em grande quantidade, esperando para o disparo, muitas vezes a esmo.

Confesso que sinto certa saudade do período em que era preciso pensar bem sobre a palavra antes de atirá-la, ainda que parar e pensar fosse por reprodução ou conselho paternal. Sinto falta do tempo no qual Calvin, Mafalda, Turma da Mônica e Charlie Brown (com sua turma) eram engraçados, como cabia a proposta desta categoria de HQ. Hoje, eles também têm uma opinião formada sobre tudo. E para completar: também a usam em cinturões, ora vejam só.

10329736_710184445696262_519002623181262239_o.jpg Imagem google.

A liberdade de expressão é algo fantástico. Uma conquista histórica que, espero eu, seja perpétua. É importante dizer o que pensa. Mas, estamos tendo tempo para pensar no que escolhemos expressar? Vou dizer aqui uma situação que sinto falta. Quando acontece algo deste tipo:

- Não fazia a menor idéia de que você pensava desta forma. E respeito você. Na verdade, não concordo com sua opinião, pois a minha experiência de vida e as informações que fui colhendo ao longo dela compuseram a opinião que tenho hoje. No entanto, ela não é engessada a ponto de eu não tentar olhar com outros olhos. Farei o seguinte: vou procurar saber e pensar mais a respeito. Depois te conto o resultado disso.

E ai as palavras ganhariam posse, autoridade, sem autoritarismo. Os cinturões seriam guardados. E o que antes era uma competição de calibres, seria uma elegante e sábia diplomacia.

Quem sabe um dia. :)

paz arma flores.jpg (Linda) Imagem Google.

*Imagens: Google


Dominique Silveira

Tropeça muito, pois cresceu demais. Acorda de mal humor, e é adepta da gentileza. Casca dura, coração mole..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @destaque, @hplounge, @hp, @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //Dominique Silveira