Rui Caeiro

Sonha (atenção ao clichê!) ser dono de um corpo escultural dando apenas ao dente. De resto, procura histórias/estórias. Quem as possuir pode entrar em contacto. Quem não possuir também pode, mas tem de enviar qualquer coisa que se trinque

  • elsa_sjunesson-henry_for_ltt.jpg
    Morrer ou voltar a Viver

    "Não somos pessoas felizes o tempo todo. Às vezes as coisas são realmente más, e parece que nunca vamos sair dessas situações ruins, mas normalmente acabamos por dar a volta." Dese'Rae L. Stage, norte-americana, deu a volta em 2004, quando se tentou suicidar, sem sucesso. Hoje percorre o país para conhecer outros sobreviventes, que dão a cara e contam a sua história.

  • o-grito.jpg
    A nêspera de todos

    "Quando começamos a procurar álibis para justificar o nosso conformismo, então está tudo lixado! (...)
    Acho que, acima de tudo, é preciso agitar, não ficar parado, ter coragem, quer se trate de música ou de política. E nós, neste país, somos tão pouco corajosos que, qualquer dia, estamos reduzidos à condição de ‘homenzinhos’ e ‘mulherzinhas’. Temos é que ser gente, pá!“ José Afonso

  • 7b1683ac2603a91b0e1923cb95722fed_large.jpg
    O preconceito é uma merda.

    Foi em 1996 que João Paulo, nascido na cidade portuguesa de Matosinhos, inscreveu nos motores de busca do Yahoo o primeiro portal da internet, escrito em português de Portugal, dedicado à população LGBT. Membro organizador das primeiras Marchas de Orgulho LGBT em Portugal, fundador do Porto Pride, fundador da Associação GIS - Grupo Intervenção Solidária e, mais recentemente, locutor de rádio no programa "Também Somos Gente!" da Rádio Manobras, falou à Obvious de preconceito, ativismo e como tudo começou.

  • o-DOVE-REAL-BEAUTY-570.jpg
    Mulheres, vocês são belas!

    A Dove lançou uma nova campanha que pretende mostrar como a visão que temos sobre o nosso próprio corpo é, muitas vezes, mais negativa do que aquilo que é percecionada pelos olhos de terceiros. Em 3 minutos fica a prova que temos de ser menos exigentes.

  • PIIS0140673608617833.fx1.lrg.jpg
    Nas pegadas da Marcha de Orgulho LGBT.

    Magnus Hirschfeld, Fascismo. The Society for Human Rights, Alfred Kinsey, Harry Hay. Stonewall. É assim, sinteticamente e em três fases distintas, que a História dos Movimentos LGBT's pode ser dividida. Partindo da Alemanha do século XIX, passando pelos tumultos do século passado, e chegados agora ao novo milénio, a comunidade LGBT contínua ainda na demanda para conquistar aquilo que o próprio Homem instituiu (doce utopia!): todos nascemos iguais em direitos.