Gregório Grisa

Doutor em Educação pela UFRGS e simpatiza com a ideia de que aquilo que muitos chamam inteligência pode ser, em grande medida, curiosidade

Pó de lua

Seguindo na linha de compartilhar os trabalhos que nos tocam e que merecem ser conhecidos, divulgo o projeto “Pó de lua”. A artista Clarice Freire desenha, escreve e encanta.


de dia.jpg De dia

Produzir poesia, ilustração, literatura, arte no sentido lato, e viver disso é um desafio contemporâneo. Poucos conseguem, muitos lutam para isso.

Essa luta é tensa, mas linda ao mesmo tempo. Crer no trabalho e qualificá-lo constantemente são as dicas genéricas que os artistas recebem.

escolha direitinho.jpg Escoha direitinho

Não conheço Clarice Freire pessoalmente, mas tive contato com seu trabalho e a partir dele que falo.

Em seu site ela apresenta seu projeto dizendo que “um pouco de Pó de Lua nos pés e diminui-se a gravidade das coisas. Principalmente as pequenas e escondidas”.

levando um certo tempo.jpg Levando um certo tempo

Identifiquei na sensibilidade de Clarice alguma semelhança com a poesia de Manoel de Barros.

Não sei se é uma influência da artista, essa é apenas uma impressão que tive ao ler suas ilustrações.

alegria.jpg Alegria

Tenho a intuição de que quando alguém confecciona arte que resulta em comoção alheia, é porque essa pessoa está fazendo o que genuinamente gosta.

O brinquedo com o significado e o formato das palavras é das coisas mais sérias que existe. Sobretudo para quem vê uma beleza ímpar nessa atividade.

vivente.jpg Vivente

O lirismo do Pó de Lua contagia, o reconhecimento já é notável na internet, a página do projeto no facebook já atinge mais de 720 mil seguidores.

Pode ser vista aqui.

o poste.jpg O poste

A criação descrita pela autora como “uma ponte entre a caneta, um Moleskine e o Instagram”, nos presenteia com uma simplicidade refinada ou vice-versa.

Todas ilustrações desse post estão na página da artista que tem todos direitos reservados e permitiu que elas fossem aqui reproduzidas.

Se deliciem…

o que e eternidade.jpg O que é a eternidade?

o vidro.jpg O vidro

ou tudo ou cada.jpg Ou tudo ou nada


Gregório Grisa

Doutor em Educação pela UFRGS e simpatiza com a ideia de que aquilo que muitos chamam inteligência pode ser, em grande medida, curiosidade.
Saiba como escrever na obvious.
version 5/s/artes e ideias// @destaque, @hplounge, @hp, @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //Gregório Grisa