back to 71

crítica sem pedantismo

Erick Silva

Estudante de jornalismo, quadrinista, reprovado em testes psicotécnicos e atualmente dorme em uma garagem. Praticamente isso.

Interstella 5555 – Quando o pop e a animação se misturam

O que acontece quando uma banda francesa e um estúdio de animação se unem? O resultado é mostrado em Interstella 5555


Interstella-5555-daft-punk-12805547-1024-768.jpg

Interstella 5555: The 5tory of the 5ecret 5tar 5ystem é um longa lançado em 2003 e produzido pela Toei Animation para promover o álbum "Discovery" da dupla francesa Daft Punk. Sob a supervisão de Leiji Matsumoto e direção de Kazuhisa Takenouchi, o filme é totalmente musical e sem falas.

A história narra a trajetória de uma banda alienígena que foi sequestrada em um planeta distante por um vilão magnata da Terra, que após fazer uma lavagem cerebral no grupo, apaga as suas memórias e começa a se aproveitar dos seus talentos a fim de ficar mais rico. Em contrapartida, surge um novo personagem que não estava no momento do sequestro do grupo, e é contatado para resgatar os seus amigos na Terra e trazê-los de volta ao planeta de origem.

Interstella-wallpaper1.jpg

O roteiro foi escrito pela própria dupla Daft Punk (T.Bangalter e G-M de Homem-Christo), e também contou com a colaboração de Cédric Hervet que após a gravação do disco, pensou em uma forma diferente para promover o álbum entrando em contato com a produtora japonesa Toei.

Levando o roteiro para Tóquio na esperança de criarem um filme produzido pelo seu ídolo de infância Leiji Matsumoto (um famoso mangaká e produtor de animações de ficção científica como: “Patrulha Estelar, Capitão Harlock e Galaxy Express 999” - todos grandes sucessos nos anos 70). Matsumoto após avaliar o roteiro e se integrar à equipe como supervisor visual, contou também com a ajuda de Shinji Shimizu que foi contatado para produzir a animação e Kazuhisa Takenouchi que dirigiu o filme.

interstella5555_by_aniiop-d4lnulz.png

A animação começou a ser produzida em outubro de 2000 e acabou em abril de 2003, porém, seu lançamento foi apenas em 1° de dezembro de 2003. A montagem do longa é dividida em 14 clipes que compõem as faixas do álbum. A faixa mais famosa e que promove o disco e o filme é "One More Time". Na ordem as faixas são:

1 "One More Time"

2 "Aerodynamic"

3 "Digital Love"

4 "Harder, Better, Faster, Stronger"

5 "Crescendolls"

6 "Nightvision"

7 "Superheroes"

8 "High Life"

9 "Something About Us"

10 "Voyager"

11 "Veridis Quo"

12 "Short Circuit"

13 "Face To Face"

14 "Too Long"

Uma curiosidade sobre o filme é uma pequena aparição do Daft Punk durante a cena de premiação do "The Golden Record Awards". Quando os candidatos são apresentados, a dupla aparece com suas faces robóticas dizendo “Peace” e uma estrela, quando a cena muda para o auditório, eles novamente aparecem dizendo “Happy” e “?”, seguindo a cena de quando anunciam o ganhador, eles dizem "Great" e um coração quebrado.

601619-daftpunk1.jpg A dupla em uma das cenas do longa

Há também muitas referências a cultura japonesa e a francesa como por exemplo, uma cena em que guardas de segurança estão assistindo um jogo entre as seleções da França e do Japão com o placar de 1-1 e o final do longa é cheio de referências à própria dupla como os discos "Homework", e o "Discovery" (sendo tocado em uma vitrola), o "Alive de 1997", e uma cópia do DVD "D.A.F.T.".

A MTV e o Cartoon Network divulgaram os quatro primeiros episódios do filme em 2001. Em dezembro de 2003, o DVD “Interstella 5555” foi lançado junto com o álbum "Daft Club" para promover o longa e mostrar as faixas remixadas do álbum "Discovery".

O clipe "One More Time" é a faixa principal do longa


Erick Silva

Estudante de jornalismo, quadrinista, reprovado em testes psicotécnicos e atualmente dorme em uma garagem. Praticamente isso..
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/cinema// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Erick Silva