bakaobvious

cultura sem moderação

Renato Bakanovas

realista trágico

O Coadjuvante de Ouro

Um ator que entrou para história com um talento inquestionável: todos os filmes nos quais atuou receberam indicações ao Oscar. Fez parcerias com grandes nomes do cinema, e tem seu espaço reservado na galeria de melhores atores de sua geração. Seu nome: John Cazale.


john cazale 1.jpg

O ator ítalo americano John Cazale é mais conhecido por sua performance em “The Godfather” e “The Godfather: part II”, filmes onde fez o papel de Fredo Corleone. Com uma atuação brilhante, de um personagem complexo, Cazale conseguiu se destacar na trilogia magnifica de Coppola.

Difícil não se lembrar de suas cenas antológicas nos dois filmes como no atentado a Don Corleone, no primeiro, seu desabafo com Michael Corleone (Al Pacino), no segundo (As cenas estão disponíveis abaixo).

Essas sequencias dão uma dimensão da capacidade de John de colocar uma carga emocional de formal natural a seus papeis, os detalhes sutis de expressão facial e movimentação em cena, fazem as cenas serem pontos altos dos filmes.

Seu papel em “Dog day afternoon” também é marcante. Ao lado de Al Pacino novamente, protagoniza um assalto que deu errado, na pele de “Sal”. Baseado em um roubo que realmente aconteceu, o filme até hoje é um dos melhores do gênero, e com um final eletrizante e surpreendente.

Seus outros papeis em filmes, com todos eles recebendo uma indicação a estatueta de melhor filme foram: The Conversation (1974); The Deer Hunter (1978); The Godfather: Part III (1990). Nesse último apareceu em cena somente em arquivos previamente gravados.

Apesar de nunca ter recebido uma indicação individual ao Oscar por seus papeis, os atores que atuaram ao seu lado, grande parte deles, receberam, como Pacino e Robert De Niro. Vários creditam uma parcela de seus prêmios ao estilo de Cazale, com uma atuação intensa e dedicação emocional total, obrigou os que estavam atuando ao seu redor aprimorarem suas performances, e também os liderava para uma atuação mais sólida e adequada.

Apesar da aparência desajeitada, esteve envolvido com uma das mulheres mais bonitas e desejáveis da época, Maryl Streep. Ficaram juntos até a morte do ator em 1979, causada pelo agravamento de um câncer na garganta.

BOKw82iCcAAMk0Q.jpg-jpg

No documentário, “I knew it was you” dedicado a vida de John, Maryl Streep fala sobre seu relacionamento e mostra sinais de emoção, até hoje, ao lembrar do falecimento de seu antigo parceiro.

O documentário produzido pela HBO também mostra relatos de personalidades que o conheciam ou o admiravam, como o amigo de longa data Al Pacino, também Robert De Niro, Gene Hackman, Francis Coppola, entre outros. É uma boa pedida para quem deseja saber mais sobre a carreira desse incrível ator.


Renato Bakanovas

realista trágico.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/cinema// @destaque, @hplounge, @hp, @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //Renato Bakanovas