Valéria Scavone

Paulistana e albatroz por consequência. Minha paixão é por 'algos': o improvável, a essência, a unidade, a troca, o diálogo, o existencialismo e a arte, que, sentida e, não necessariamente entendida, transpõe cada um destes algos. Um ser que não está na vida à passeio.

Fotógrafo capta fenômeno raro de arco-íris na cidade de Paris

Olhar para Paris com a Torre Eiffel faz parte do show em qualquer canto da cidade. Mas se deparar com um arco-íris horizontal é um deslumbre!


Thumbnail image for Bertrand Kulik.jpg

Da janela de casa, o fotógrafo Bertrand Kulik teve o privilégio de se deparar com esta imagem rara da natureza que durou apenas alguns minutos e quase ninguém da cidade conseguiu visualizar porque não estavam no mesmo momento de apreciação que Bertrand.

Thumbnail image for Bertrand Kulik_2.jpg

Segundo o site Apod, da NASA, na verdade não é que o arco-íris é horizontal, é um arco-íris comum mesmo, só que gigantesco! O que acontece, é que a chuva estava exatamente do lado oposto ao Sol e o Sol bem alto no céu.

Como todo o fenômeno das sete cores, o Sol e a chuva tem que estar opostos, mas como o Sol estava alto refletindo sua luz em uma chuva distante, o resultado é um arco-íris baixo, ou seja, somente a parte de cima é vista. O restante do arco estaria abaixo do horizonte.

Você vai ver por aí, alguns veículos tratando este acontecimento como arco-íris de fogo, mas na verdade, não é. O arco-íris de fogo seria meio que um 'rastro' das sete cores no céu. Porém, ao invés da luz solar ser refratada em gotículas de água, isso ocorre em cristais de gelo nas nuvens bem altas e recém formadas. Então as nuvens exibem cores como um arco-íris paralelo ao horizonte.


Valéria Scavone

Paulistana e albatroz por consequência. Minha paixão é por 'algos': o improvável, a essência, a unidade, a troca, o diálogo, o existencialismo e a arte, que, sentida e, não necessariamente entendida, transpõe cada um destes algos. Um ser que não está na vida à passeio..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/ciências// @destaque, @obvious //Valéria Scavone