borboleta carnívora

Quando o inesperado surpreende

Kauana Maria Neves

20 anos, canhota, discente de Antropologia.

Um soco chamado Waking Life

Waking Life é um filme que não saí da cabeça, por mais que você queira, uma experiência única, que qualquer filme hollywoodiano não é capaz de proporcionar.


sonho.bmp View image Uma produção independente, datada de 2001, dirigido por Richard Linklater, parece um desenho animado, que na verdade é uma técnica chamada rotoscopia. As cenas foram todas filmadas, e depois, acrescentou-se o efeito sobre a imagem, muitas vezes surpreendendo por ser a mão livre.

O filme também possuí uma produção musical fantástica, adaptada pelo compositor Glover Gill. awake5a_small.jpg

Em certos momentos a personagem principal parece estar em estado lúcido, mas em poucos minutos o telespectador é surpreendido por um ''novo acordar.'' O interessante é que a cada estágio inconsciente da personagem ele conversa com pessoas diferentes que trazem ideias sobre livre-arbítrio, a teoria do cinema de Bazin, estrutura da linguagem, o humano enquanto habitante do ser,a pequena corda que nos mantém separados do incompreensível.

vida.bmp waaa.bmp ddd.bmp

É peculiar a maneira como ele pode ser tão agonizante ao ponto de lembrar do existencialismo sartriano, mas diferente do que imagina-se, Waking Life revela ser muito mais estruturalista do que existencialista. No primeiro diálogo, uma garotinha diz para o protagonista: -Sonhar é destino. (O existencialismo sartriano é total avesso de pré-determinações, como o destino)- Está frase irá pautar todo o filme, que não possuí uma linearidade, e que só na metade do filme você percebe a sutil intenção das personagens, que é te levar, levar para um lugar muito particular.

Trailer: http://www.youtube.com/watch?v=TVoD9RfsQHg


Kauana Maria Neves

20 anos, canhota, discente de Antropologia..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/// @destaque, @obvious //Kauana Maria Neves