cadê o futuro

Não tenha pressa, logo, logo chega.

Valter Geronimo Camilo Junior

Co-fundador e idealizador do Puta Letra. Graduando em Direito. Redator freelancer. Sempre incisivo.

O homem é o câncer do planeta

Um relato sobre a violência no Brasil e o caráter sensacionalista dos programas de notícia.


DATENA.jpeg Datena: 'Se descem o pau em mim é porque incomodo e realizo um bom trabalho' (Foto: Mario Rodrigues) - Via VejaSP

É, são tempos difíceis. Na segunda (05/05) liguei a TV e assisti ao programa do Datena por aproximadamente meia hora. Desde então só saio de casa quando não tem outro jeito. Pelo visto a situação está caótica. Gente matando gente sem nenhum motivo, estupradores fazendo revezamento nas esquinas. E agora parece que estão linchando suspeitos de praticar crimes. Sem falar da polícia, que continua atirando primeiro e perguntando depois.

Eu tenho medo. Cabelo grande e barba por fazer. Pele negra e sem um tustão no bolso. E os bandidos no geral são bem parecidos. Não quero correr o risco de ser confundido, roubado, estuprado e linchado. Melhor ficar em casa. Mas daí vem um cara na minha porta e puxa o gatilho. Ou acessa os meus dados através da internet. Se eu pudesse voltar no tempo não teria ligado a TV. Assim não teria emburrecido.

O homem é o câncer do planeta. E a nossa desculpa para os problemas é sempre a mesma: governo, política, Estado, partido político (esquerda e direita). Não estou dizendo que está tudo a mil maravilhas e que o pai de família pode sair para o trabalho e voltar para casa em completa segurança — e essa expressão “pai de família” é um saco, né?. O Datena vende notícias. Ele está ali para pinçar tudo que é tragédia e vomitar para os telespectadores. Não podemos simplesmente absorver as informações sem nenhuma crítica.

Mas é exatamente assim que acontece. Milhões de pessoas se sentem verdadeiros prisioneiros em suas próprias casas. A ficção substitui a realidade. E isso garante que as práticas criminosas continuem existindo. São estimuladas. Ele diz que “não há segurança” e que as leis são falhas, que não existem leis. E de uns tempos para cá, não só ele, mas uma dúzia de grandes formadores de opinião (?) começaram a militância pela redução da maioridade penal.

A situação está realmente caótica. Como muitos estão sugerindo, estou pensando em estocar comida.


Valter Geronimo Camilo Junior

Co-fundador e idealizador do Puta Letra. Graduando em Direito. Redator freelancer. Sempre incisivo..
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/recortes// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Valter Geronimo Camilo Junior