cadê o futuro

Não tenha pressa, logo, logo chega.

Valter Geronimo Camilo Junior

Co-fundador e idealizador do Puta Letra. Graduando em Direito. Redator freelancer. Sempre incisivo.

Panelaço e gritos de “Fora Dilma”: o Brasil quer mudança

Sobre o "panelaço" e as suas raízes.


1425859322478.jpg

Para começo de conversa gritar das janelas não é falta de educação, é protesto. Do mesmo modo que sair às ruas pedindo melhorias não é vandalismo e sim manifestação do descontentamento com as políticas públicas.

Dilma pediu calma em rede nacional. Pediu paciência e compreensão enquanto descrevia algum lugar que não é o Brasil. Ou um Brasil utópico, que só existe no imaginário da classe média alta. Chamou a situação de passageira, negligenciando o fato de que a coisa anda mal faz tempo.

O povo, cansado de tanta conversa fiada, decidiu fazer barulho. O resultado disso é a censura, a crítica desenfreada e a demonização. Logo no dia da mulher. “Esses machistas, pela manhã desejam bom-dia e agora vaiam a mulher que governa o país”. O argumento é absurdo na medida em que desvia a atenção do problema original (a crise) para outro (o machismo).

Pedir paciência em um momento de crise é atitude previsível. Afirmar que a situação atual é passageira tem efeitos a curto prazo: estabilidade. O povo, no entanto, vai cobrar resultados. A questão é saber se as promessas serão cumpridas ou se tudo não passa de discurso vazio. Aposto na segunda hipótese.


Valter Geronimo Camilo Junior

Co-fundador e idealizador do Puta Letra. Graduando em Direito. Redator freelancer. Sempre incisivo..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/sociedade// //Valter Geronimo Camilo Junior