café amargo

Açúcar ou adoçante?

Fernanda Pacheco

Tem 20 anos, é formada em história e aprecia certa miscelânea cultural

Os sonhos femininos por Grete Stern

A fotógrafa Grete Stern, nascida na Alemanha e de origem judia, exilou-se na Argentina durante o nazismo e a partir disso, começou a criar fotomontagens que ilustravam os sonhos das leitoras da revista Idilio e ao mesmo tempo, criticavam o papel da mulher na sociedade argentina.


gstern03.jpg © Grete Stern. Café Concert, 1948

Grete Stern (1904 - 1999) nasceu em uma família de judeus na Alemanha e como outros milhares, teve que fugir de seu país durante o nazismo de Adolf Hitler para exilar-se na Argentina, mas antes da ascensão desse regime, Stern já havia começado uma grande carreira fotográfica associando-se a Ellen Auerbach e abrindo em Berlim o estúdio fotográfico ringl + pit. Desenvolveu na linguagem experimental, publicitária e nos retratos as novas sintaxes da Nova Visão e da Nova Objetividade, mas foi obrigada a fechar o estúdio por conta do novo regime que comandava seu país.

gstern00.jpg Grete Stern

Foi em 1936, em Buenos Aires, que passou a deixar suas raízes germânicas para assumir sua nova identidade nacional que passou a influenciar demasiadamente sua produção artística.

O auge de sua carreira se deu por volta de 1948 quando foi convidada para ilustrar os sonhos das leitoras da revista feminina Idilio, na coluna "El Psicoanálisis le Ayudará” (A psicanálise o ajudará). As moças escreviam sobre seus sonhos à revista, e com isso o professor Gino Germani fazia interpretações para explicar a elas o significado. Stern entrava nesse trabalho com suas fotomontagens - muitas vezes surreais e profundas, que também criticavam o papel da mulher na sociedade argentina. Ela colaborou para essa coluna até o ano de 1952! Abaixo algumas fotomontagens publicadas na revista:

gstern01.jpg © Grete Stern. Artículos eléctricos para el hogar, hacia 1950

gstern06.jpg © Grete Stern. Amor sin ilusión, hacia 1951

gstern07.jpg © Grete Stern. Made in England, hacia 1950

gstern12.jpg © Grete Stern. Botella del mar, 1950

gstern13.jpg © Grete Stern. Sem título, 1949

gstern16.jpg © Grete Stern. Sem título, 1948

Fora esse trabalho, Stern tinha uma capacidade imensa de criar e desenvolver imagens abordando temas como suas experiências antropológicas com os aborígines do norte argentino. Grete Stern é um dos maiores símbolos da fotografia contemporânea, com uma gama intensa de interpretações sobre os aspectos da vida. Você pode conferir mais trabalhos dela no site lesgou.com.


Fernanda Pacheco

Tem 20 anos, é formada em história e aprecia certa miscelânea cultural.
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/fotografia// @destaque, @obvious //Fernanda Pacheco