café não te deixa mais cult

Sabe o que há entre uma xícara de café e outra? Literatura, fotografia, cinema, música... Arte.

Marcelo Vinicius

“Não fazemos uma foto apenas com uma câmera; ao ato de fotografar trazemos todos os livros que lemos, os filmes que vimos, a música que ouvimos, as pessoas que amamos” (Ansel Adams).

Filme "Os Edukadores"

Após a queda do muro de Berlim, a Alemanha vive um momento de inquietação. Muitos se sentem divididos entre o saudosismo de um sistema socialista que não deu certo e as disparidades sociais do capitalismo vigente. É nesse cenário que se desenvolve o filme "Os Edukadores" (Die Fatten Jahre Sind Vorbei Alemanha, 2004).


2080_dhW2C8AX8IwHgfupCksL47tppwp.jpg

A história gira ao redor de três ativistas anti-capitalistas que vivem no centro da cidade de Berlim — Jule (Julia Jentsch), seu namorado Peter (Stipe Erceg) e Jan (Daniel Brühl) o melhor amigo de Peter, juntamente com um abastado homem de negócios chamado Hardenberg (Burghart Klaubner).

O filme alemão Os Edukadores, lançado em 2004, do diretor Hans Weingartner, mostra a insatisfação de parte da juventude europeia. Eles se auto-denominam Os Edukadores. A ideia dos três edukadores protagonistas do filme baseia-se em invadir mansões e modificar os móveis de lugar. Não roubam nada, mas criam a sensação de insegurança naqueles que se consideram inatingíveis.

Em uma espécie de "rebeldia da nova arquitetura poética", o protesto indicava a busca de novas formas de expressão em prol de mudanças no status quo vigente. Em uma das ações, os personagens principais retornam para buscar o celular de um deles e acabam sequestrando o empresário Hardenberg, que os flagra em sua casa de várias dezenas de metros quadrados.

O título original em alemão, Die Fetten Jahre sind vorbei, que, em tradução livre, significa Os dias de fartura estão contados resume mais o espírito do filme do que o título em que o longa-metragem ficou conhecido. Essa é também a mensagem escrita nos bilhetes que o trio deixa na casa dos ricaços.

Jan e Jule, personagens do filme, interpretados pelos atores Daniel Bruhl e Julia Jentsch, em uma cena de verdadeira epifania, escrevem na parede do apartamento em que vivem outra frase que resume a vibe do filme: Todo coração é um célula revolucionária.

OsEdukadores.jpg

Além da política, uma história de paixão e profunda amizade também envolve o trio, embalada por uma bela trilha sonora.

Em segundo plano à luta política e ideológica, há o triângulo amoroso entre os protagonistas que, na verdade, só serve para descansar o telespectador dos diálogos cada vez mais fortes e dar um toque mais pop ao filme.

O filme, que foi muito discutido no circuito alternativo nacional e internacional, recebeu uma indicação ao European Film Awards em 2004 de melhor ator para Daniel Bruhl e foi indicado à Palma de Ouro como melhor filme de 2004 no Festival de Cinema de Cannes.

O filme é todo rodado em câmera digital. Isso ajuda a criar um clima realístico, dando uma idéia de registro.

936full-the-edukators-artwork.jpg

Os Edukadores é um filme sensacional, com diálogos afiados, personagens encantadores e com uma mensagem perturbadora. O diretor e co-roteirista Hans Weingartner abre uma discussão interessante sobre a juventude rebelde. Ser rebelde, hoje em dia, ficou muito difícil. Quem quer ser um idealista no capitalismo selvagem em que vivemos? Weingartner nos mostra que a geração dos shoppings perdeu seu poder de protesto. No caso de Jan, Peter e Jule ainda existe uma esperança. Com estes personagens, ele quer chamar a atenção do jovem para as questões sociais e ainda revelar que os inconformados dos anos 1970 são os atuais capitalistas.

edukators-2004-07-g.jpg

O diretor comentou que normalmente não devemos fazer aquilo que vemos nos filmes. Mas nesse caso deveríamos seguir a linha de pensamento dos personagens, mesmo que para isso, tivéssemos que superar nossos medos e temores. E concluiu com uma variação da frase do personagem Jan: "Todos nós participamos desse jogo inconscientemente. Só aqueles que tomam consciência da Matrix mudam a forma de jogar".

Trailer do filme Os Edukadores:

Fontes: ZonaCurva “Fanaticc” Abbade * Com adaptações.


Marcelo Vinicius

“Não fazemos uma foto apenas com uma câmera; ao ato de fotografar trazemos todos os livros que lemos, os filmes que vimos, a música que ouvimos, as pessoas que amamos” (Ansel Adams)..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/cinema// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Marcelo Vinicius