café não te deixa mais cult

Sabe o que há entre uma xícara de café e outra? Literatura, fotografia, cinema, música... Arte.

Marcelo Vinicius

“Não fazemos uma foto apenas com uma câmera; ao ato de fotografar trazemos todos os livros que lemos, os filmes que vimos, a música que ouvimos, as pessoas que amamos” (Ansel Adams).

Cantora Sarah Stone e seu sucesso na internet com as Cup Songs

Como disse John Pereira: além do som, as "Cup Songs", da cantora Sarah Stone, estão fazendo sucesso na web.


Untitled-1.jpg

O Áudio Grama apresentou Sarah Stone, uma cantora e compositora de Melbourne, Austrália, mas que vem fazendo sucesso na internet com as "Cup Songs".

Chamados de "Cup Song", os vídeos que exibem diversas interpretações de música, sempre acompanhada por palmas e pelo batuque em um copo plástico, têm ganhado centenas de adeptas internet afora.

Sarah Stone é a nova sensação "Cup Song". Como disse John Pereira: "Eu poderia ter chegado a ela por causa de seu recém lançado EP Lumière Noir ou pelos covers que ela divulga através de seus canais oficiais no Twitter, Facebook e YouTube. Contudo, conheci a Sarah por causa de um vídeo postado no Facebook. No caso, uma 'Cup Song' feita por ela de 'Royals', da Lorde".

1234105_487576298005686_1114424132_n.jpg

Confiram a versão de "Royals" e outras mais, como "Video Games", da Lana Del Rey e "Pompeei", do Bastille.

Além de suas "Cup Songs", abaixo segue uma lista de músicas da Sarah Stone, como cantora e compositora, do seu álbum Lumière Noir:

Seu site Oficial: http://sarahgrimstonemusic.wix.com/sarahstonemusic

Sua página no Facebook: www.facebook.com/sarahstonemusic

Mas, Sarah não é a única nas "Cup Songs", obviamente. Uma das interpretações mais populares é da jovem Kristina G, que ultrapassou a marca de 5 milhões de visualizações no Youtube. Outra, feita pela dupla Calla Chuy e Rachel Anthony, também atingiu a mesma marca.

A música, no estilo como está se popularizando, foi gravada originalmente pela banda inglesa Lulu and the Lampshades, mas é uma composição de 1937 do grupo country J.E. Mainer’s Mountaineers. Disponível no YouTube desde 2009, o vídeo das britânicas acumulou mais de 3 milhões de visualizações.

Em seguida da sua publicação no site, surgiram dezenas de outras versões, como, por exemplo, a da americana Anna Burden. Publicado em 2011, o vídeo da jovem está batendo a marca de 4 milhões de views.

Sentado no chão com as pernas cruzadas ou à mesa com a coluna ereta, pegue um copo plástico grande e tente reproduzir a música “You’re Gonna Miss Me When I’m Gone”, sucesso na voz da atriz Anna Kendrick no filme “A Escolha Perfeita” (2012). Pois é esta a última moda entre o público no YouTube, que exige, além de coordenação motora em dia, uma voz impecável.

* Áudio Grama / Exame, com adaptações.


Marcelo Vinicius

“Não fazemos uma foto apenas com uma câmera; ao ato de fotografar trazemos todos os livros que lemos, os filmes que vimos, a música que ouvimos, as pessoas que amamos” (Ansel Adams)..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/musica// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Marcelo Vinicius