calango neptuniano

Breve análise sobre as patavinas psicossomáticas

Gabriel Bortolot Ferreira

Eu sou o tropeço da eternidade, a asfixia do tempo, o feijão do cosmo, o calibre 7.62 na testa de minha modéstia!

Decálogo - A ética e a moral cinematograficamente

Uma obra encontrada na lacadora mais próxima de sua casa. Mentira.


Prometi a mim mesmo não mencionar informações técnicas e também não utilizar daquele vocabulário estereotipado de jornalista crítico, extrínseco, cheio de referências filosóficas e artísticas. Prometi-me que deixaria brevemente registrado somente os motivos da admiração.

decalogo2[1].jpg

Para mim, foi o melhor a mais fantástico atrativo do ano. Depender das legendas e de traduções polonesas pode ser um boa justificativa para manter um pé atrás, uma insatisfação ou preguiça de correr atrás. Entretanto, para quem já conheceu trabalho de Kieślowski, há um fiozinho de unanimidade quanto à qualidade do que o homem fizera: magnificência. Alerta-vos-ei: a obra é um tanto rara no Brasil.

dekalog-X[1].jpg

O nome é sugestivo. É uma série cinematográfica que diz respeito aos dez mandamentos e problematiza-os numa visão laica e impressionantemente pertinente. São as verdadeiras lições morais e éticas; o diretor, transcendendo a universalidade do ser na película, não deixa nada a perder e brechas passíveis de crítica(seja a visão do sujeito secular ou não). Recomendo, porque, seja quais forem tuas qualidades, esta obra é universal, tal como Montaigne. Evidentemente, aquelas protuberâncias venais encefálicas tendem a ressaltar nos praticantes das boas observâncias (advertência imodesta).

Do criador de La double vie de Veronique e Trois Couleurs (que, cai entre nós, são obras dignas de idolatria), O Decálogo (Dekalog) não vos desapontará. Cada episódio recebe, respectivamente, o nome de cada mandamento, os quais não mencionarei por uma simples questão óbvia, vocês são leitores inteligentes.


Gabriel Bortolot Ferreira

Eu sou o tropeço da eternidade, a asfixia do tempo, o feijão do cosmo, o calibre 7.62 na testa de minha modéstia!.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/// @destaque, @obvious //Gabriel Bortolot Ferreira