camila nascimento

Tudo flui como um rio. Nada é permanente, exceto a mudança.

Camila Nascimento

é escritora amadora. Autora do Tumblr: camisnascimentoo.tumblr.com
Dona da página: Café e Poesia e do Blog: La Poésie Est Dans la Rue.
Uma futura Química, apaixonada por arte.
Uma mulher feita de carne e letras.

Stephen Hawking e sua breve história do tempo

Convivemos com vários questionamentos. Estamos sempre procurando por respostas de onde tudo surgiu, quando surgiu e como surgiu.
Se teve um criador e consequentemente um começo, de onde viemos, por que estamos aqui...
Uns procuram todas essas respostas em religiões, outros se aprofundam nas Ciências, nas leis da Física, por exemplo.


Bom, há até quem continue no século XVII, acreditando que a terra está apoiada em um dorso de uma tartaruga distante. Nasa, que tal liberar as imagens do casco aí? Obrigada! Ok, foi pra descontrair. Mas deixando a tartaruga de lado... Podemos nos aprofundarmos em tudo isso em apenas um livro: Uma Breve História do Tempo, de um autor genial: Stephen Hawking. Quem nunca ouviu falar em Stephen Hawking? Ou, quem ainda não ouviu falar do sucesso: ''The Theory of Everything''? Um filme baseado na Biografia de um dos mais consagrados cientistas da atualidade.

everything2.jpg

Portador de uma doença degenerativa chamada: ELA (esclerose lateral amiotrófica), Doutor em Cosmologia, fundador do Centro de Cosmologia Teórica (CTC) da Universidade de Cambridge... Bom, muita coisa pra falar dele, mas na verdade venho aqui falar do livro ''Uma Breve História do Tempo''. Um livro complexo, mas capaz de te levar para uma outra dimensão.

11110804_801075756643787_1148316868670445831_n.jpg

Sabemos do Universo? E qual a natureza do tempo? Vai chegar ao fim? Teremos respostas?

Já temos supostas respostas e junto com elas, mais questionamentos. A humanidade é assim: carente de respostas. Como diz Stephen Hawking:

"Hoje, ainda almejamos saber porque estamos aqui e de onde viemos. O desejo profundo da humanidade pelo conhecimento é justificativa suficiente para nossa busca contínua."

O fato é que desde antigamente existia rotina e existia questionamento sobre um tudo. Eu imagino todas as pessoas em suas rotinas, e por aí, vários carinhas se questionando se a terra era uma esfera redonda ou não. Isso que fazia parte da rotina deles. Uma busca por supostas respostas e explicações. Respostas para eles, para você, para todos nós.

Uma pessoa que se aprofundou sobre como era de fato a forma da terra: Aristóteles. Um Filósofo Grego que apresentou seus argumentos para provar que a terra era uma esfera redonda, e não um prato achatado. Não vou me aprofundar nesses argumentos. Mas sabemos que tudo isso repercutiu e muito, até Ptolomeu (cientista Grego) chegou para aperfeiçoar. Porém, tantos outros argumentos apareceram e junto com todo esse conhecimento, mais questionamentos. Tantos estudos sobre a terra, tantos mestres envolvidos: Nicolau Copérnico, com sua ideia de que o Sol ficava estacionário no centro da Terra e os planetas se moviam em órbitas circulares em torno dele. E que logo teve o apoio de dois astrônomos: Johannes Kepler e Galileu Galilei.

Newton apareceu questionando as estrelas e usando sua teoria da gravitação. Ah! Teoria da Gravitação, a teoria conhecida por todos através da bendita maçã que caiu da árvore e logo fez o Físico se questionar. Viu? Tudo nasce de um questionamento.

O livro se aprofunda no debate sobre o início do Universo. Sobre Aristóteles e os demais filósofos Gregos não gostarem da ideia de uma criação, pois isso lembrava muito uma intervenção divina. E abre um enorme espaço para mostrar o estudo de Immanuel Kant. Uma tese (que o universo teve um início) e uma antítese (de que ele existira desde sempre), que ambas se baseiam na mesma pressuposição.

"Contanto que o universo tenha tido um início, podemos supor que houve um criador. Mas, se o universo fosse de fato absolutamente contido em si mesmo, sem contorno nem borda, ele não teria início nem fim: ele simplesmente seria. Nesse caso, qual é o papel de um criador?"

Quero deixar claro que Hawking não discute questões religiosas nesse livro. Seu foco é tentar entender, jundo com o leitor, como o universo funciona.

Me apeguei muito ao capítulo 2, ''Espaço e Tempo''. Tempo absoluto e a teoria da relatividade questionando-o. Toda uma explicação sobre o tempo, se ele pode ser diferente para mim ou para você, os acontecimentos no universo e o tempo em que tudo ocorre, o tempo em que presenciamos aqui na terra. Afinal, não sabemos, por exemplo, o que está acontecendo exatamente agora no Universo: a luz que vemos de galáxias distantes partiu delas milhões de anos atrás...

Assim, quando olhamos para o Universo, nós vemos como ele era no passado.

Eu fui breve. Mas a História do Tempo de breve não tem nada. É uma viagem profunda, permita-se. Indico o livro. Há tantas coisas a serem descobertas nessa leitura, não disse nem a metade. Stephen Hawking ainda faz uma explicação geral, esclarecendo muitas ideias, sobre buracos negros, o big bang, a teoria das cordas, as 4 forças fundamentais (gravidade, força fraca, eletromagnética e força forte) e uma teoria que possa unir todas elas.

Irá se deparar com muitos diagramas, muitas imagens. Tudo isso para expandir sua mente e acelerar a sua ida à uma viagem excepcional.

O tempo dirá (se é que o tempo diz alguma coisa) se todas essas respostas um dia serão ridículas tanto quanto o mundo no dorso de uma imensa tartaruga. Ou se futuramente veremos a importância de cada questionamento e se chegaremos até a achar todas elas óbvias demais.

Há uma clareza nas palavras de Hawking quando ele diz:

Qualquer teoria física é sempre provisória, no sentido de que apenas uma hipótese: nunca se pode prová-la.

Tudo é incerto.


Camila Nascimento

é escritora amadora. Autora do Tumblr: camisnascimentoo.tumblr.com Dona da página: Café e Poesia e do Blog: La Poésie Est Dans la Rue. Uma futura Química, apaixonada por arte. Uma mulher feita de carne e letras. .
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/literatura// @destaque, @hplounge, @hp, @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //Camila Nascimento