checkin

Pra quem quiser espiar, check-in. Quando cansar, check-out.

Ana Luiza Figueiredo

Curiosa que arranja tempo pra falar das coisas. Premiada em diferentes concursos literários, participa de algumas antologias. É autora do livro e e-book infantil O Mirabolante Doutor Rocambole (Selo Off Flip) – e vem mais coisa por aí

Gente Esquentadinha

Já repararam como gente esquentadinha não consegue lidar com a esquentadice dos outros?


Raiva.jpg

Sério, eles não suportam. Chamam de frescura, infantilidade, chateação, qualquer coisa que faça o indivíduo pensar duas vezes antes de esquentar a cabeça perto deles. Se ainda assim ele insistir, corre o risco de ver nosso esquentadinho soltar fogo pelas ventas ou fazer uma cena digna de premiação. A mensagem subliminar de ambos os casos é: você acha que isso é um problema que vale esse estresse?

Engraçado como eles são até bons em perceber os exageros alheios, mas nunca os próprios. Esquentado todo mundo fica; de maneiras diferentes, por motivos diferentes e em momentos diferentes. É normal. Mas os cabeças quentes de carteirinha acham que qualquer coisa vale uma cara fechada pelo resto do dia. Tá frio de manhã, estresse. Faz calor de tarde e ele ali com aquele casaco, que droga, como pôde ser tão burro, clima irritante. A reunião vai ser na outra sala, não fazem nada direito mesmo. A atendente não entendeu o pedido, mas essa mulher é surda ou o quê?! Por que estão me encarando, fiz alguma coisa engraçada? Agora não, hoje não estou pra conversa.

Qualquer coisa, por mais idiota que seja, pode ser um gatilho para o nosso esquentadinho. E não é porque ele está passando por uma fase difícil ou teve um dia ruim. É porque ele tem a habilidade natural de transformar qualquer experiência em algo ruim. Do mau humor matinal ao boa noite em que diz ainda ter muito a fazer, mas “teve que se preocupar com outras coisas irritantes”.

Não venho dar dicas de comportamento ou recomendar mantras para os esquentados. Até porque não sou nenhuma autoridade no assunto. Mas deixo aqui uma opinião sincera: sabe toda a raiva reprimida que você sente quando aquela coisa que te incomoda acontece? Essa mesmo, que não percebe o quanto te azucrina e simplesmente não desaparece? Então. Muitas vezes você é essa coisa. Você não, sua esquentadice é essa coisa. Porque talvez você seja uma pessoa maravilhosa quando ela não toma conta…mas se só de pensar em contar até 3 antes de explodir você já fica estressado, boa sorte com quem queira te conhecer.

Raiva desarmada.jpg


Ana Luiza Figueiredo

Curiosa que arranja tempo pra falar das coisas. Premiada em diferentes concursos literários, participa de algumas antologias. É autora do livro e e-book infantil O Mirabolante Doutor Rocambole (Selo Off Flip) – e vem mais coisa por aí.
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/recortes// @destaque, @obvious //Ana Luiza Figueiredo