cinema shots

Uma dose de sétima arte com um twist de vida real.

Thiago Lira

Redator, roteirista e baixista sem técnica. Escreve crônicas e bulas de remédio.

Se cuida aí

Declarações de amor que escapam na doce agonia do orgasmo, manhãs de domingo ensolaradas, cabelos bagunçados, roupas espalhadas pelo quarto. Terei o perfume dela no travesseiro da minha imaginação e a obrigação de tomar sempre muito cuidado.


Casablanca-Two-Shot.jpg

Segue o seu caminho. Fica bem. Vai ser melhor assim.

Em outras palavras: nada será como antes.

Nunca foi, fica pra próxima, você vai encontrar alguém que lhe faça bem.

São estes os amores que conseguimos cativar. Amores que escorrem de repente pelas mãos, como água.

Difícil sustentá-los na era do "se cuida aí".

Tentamos acabar com os problemas cortando seus vínculos. E criamos mais confusão.

Estamos tão conectados que nos desconectamos.

Lembra do Rick imortalizado por Humphrey Bogart em Casablanca?

"We'll always have Paris".

Talvez o "se cuida aí" mais famoso do cinema. A síntese de lembranças boas e futuros incertos.

Se cuida aí, Ingrid Bergman! Foi bom enquanto durou.

Passei por vários "se cuida aí" nessa vida. Nenhum deles tão categórico quanto o de Casablanca. Estive do lado de quem aconselhou e também do lado aconselhado. Me cuidei, me descuidei, me apaixonei novamente. Prometi que ia que me cuidar sozinho. Uma ideia que teima em batucar meus tímpanos pelo lado de dentro.

O plano: atender o chamado da vida. Tudo vai ficar bem. Um dia vou olhar para trás e ver que tudo que escorreu pelos dedos para ser sugado pela terra de um longo caminho. A sessão de curta metragens da minha mente exibirá declarações de amor que escapam na doce agonia do orgasmo, manhãs de domingo ensolaradas, cabelos bagunçados, roupas espalhadas pelo quarto. Terei o perfume dela no travesseiro da minha imaginação e a obrigação de tomar sempre muito cuidado.

Nós sempre teremos Paris.

Pra sonhar, para finalmente tomar o sentimento nas mãos.

Vamos nos cuidar para isso.


Thiago Lira

Redator, roteirista e baixista sem técnica. Escreve crônicas e bulas de remédio..
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/sociedade// //Thiago Lira