coisas que pairam

Música, fotografia, design e outras coisas que pairam

Dimitry Uziel

é designer gráfico, colecionador de madrugadas, fragmentos, imagens e estranhos sons.

Um corpo chamado The Us

E se uníssemos Cocteau Twins, Velvet Underground e um universo ilimitado de Pós Punk em um só elemento...


Thumbnail image for the us

Muitos já se acostumaram a proferir a velha e já clichê frase “The Rock is Dead”. Mas existem momentos em que eles se deparam com certas perolas, e são, automaticamente, arremessados a um novo estágio de raciocínio, um novo conceito, o de que o Rock pode sim ser mutável, assim como todo ser humano. Pode atravessar gerações e se reconstruir em um novo e sublime Éden.

“Se as portas da percepção estivessem limpas, tudo apareceria para o homem tal como é: infinito.”

E, é nesse momento, ao abrir das portas, que um mundo de infinitas possibilidades surge diante dos ouvidos mais atentos, transformando a beleza em algo sólido, sensível ao toque das mãos mais delicadas. E, se você, caro leitor, realmente acredita na morte do Rock, permita-se transcender, como num desfile suave de estranhos seres.

the us

Aqui, muito perto de nós, em terras tupiniquins, em Belo Horizonte, Minas Gerais, para ser mais exato, existe algo estranho, algo com o poder de elevar, de arrebatar pessoas, de leva-las para longe e traze-las novamente. Esse estranho poder tem nome: The Us, que surgiu no início de 2012 e fora tomando forma em corpos humanos, cinco corpos que se transformaram em um único elemento surreal. Esses corpos são reconhecidos pelos rótulos: Daysi Pacheco, Lucas Nascimento, Fernando Prates, Pablo Campos e Joy Castro.

Recentemente, o elemento The Us divulgou sua existência, publicamente, em forma de som. Uniram sonoridades instrumentais inomináveis a uma voz angelical, ou — para os mais céticos (religiosamente falando) — uma voz extraterrestre. Essa união foi intitulada como Free Fall, e para compreender, é necessário degustar.

Então, atencioso leitor, se terras desconhecidas, mundos desconhecidos ou universos desconhecidos lhe ofertarem uma nova porta, abra sem medo, um paralelo repleto de beleza pode aguarda-lo do outro lado.


Dimitry Uziel

é designer gráfico, colecionador de madrugadas, fragmentos, imagens e estranhos sons..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/musica// @destaque, @obvious //Dimitry Uziel