Débora Cerveira

Formada em moda e amante do universo das artes.
Apaixonada por literatura e colecionadora de sonhos.
Maluca por natureza.

Flerte Surrealista de Man Ray

Man Ray, fotógrafo e pintor dos anos 20, foi autor de algumas grandes inovações na área fotográfica e ajudou a fundar dois movimentos de sua época, o dadaísmo e o surrealismo.


larmes-tears.jpgGlass tears (variant) 1932

Emanuel Rudzitsky (seu nome verdadeiro) estudou arquitetura, engenharia e artes plásticas. Começou a pintar, mas, para financiar suas criações, envolveu-se com fotografia e percebeu o quanto poderia explorar nessas duas áreas.

man-ray-observatory-time-the-lovers-1936.pngObservatory Time, The Lovers, 1936

Man Ray gostava de complementar suas habilidades, por isso ele pintava o que não podia ser fotografado, ou seja, que não existia e era abstrato como sonhos e pensamentos e por outro lado, gostava de fotografar aquilo que já existia adicionando um pequeno toque do seu ponto de vista artístico.

Man Ray 9.jpg Kiki de Montparnasse 1924

Como fotógrafo, foi autor da técnica chamada de radiografia ou fotograma, que consistia na produção de imagens abstratas a partir da realização de efeitos. Porém, a inovação desse processo se deve ao fato de que ele era realizado fora da maquina fotográfica, já no estúdio de revelação transformando suas fotos diretamente no papel fotográfico. Foi uma ideia que transformou a fotografia conhecida até então e o colocou na lista de nomes mais importantes no cenário artístico da época.

Y27_lg.jpg Rayography The Kiss 1922

Fotografou algumas grandes celebridades como Ernest Hemingway, Coco Chanel, Salvador Dali, entre outros. E na área de moda, traduziu sua visão da alma feminina com muita delicadeza.

1937-photo-man-ray2-799x1024.jpg Coco Chanel 1935

Teve uma forte ligação com o dadaísmo, movimento que ajudou a fundar juntamente com o pintor francês Marcel Duchamp quando criaram o grupo dada nova iorquino e também flertou com o surrealismo, não só na fotografia, como também no cinema, produzindo diversos filmes como o "L'etoile de mer" (1928), Le Retour A La Raison (1923) e Emak-Bakia (1926), realizações que lhe renderam o titulo de um dos 25 artistas mais influentes do século 20, pela Art News em 1999.

4806456_orig.jpgWoman on folden arms 1931


Débora Cerveira

Formada em moda e amante do universo das artes. Apaixonada por literatura e colecionadora de sonhos. Maluca por natureza..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/fotografia// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Débora Cerveira