Débora Cerveira

Formada em moda e amante do universo das artes.
Apaixonada por literatura e colecionadora de sonhos.
Maluca por natureza.

Happy: A busca e o encontro da verdadeira felicidade

Você está em busca da felicidade? Sabe como alcança-lá? Caso não, precisa assistir ao filme "Happy". Um documentário inspirador que nos questiona e instiga a buscar a felicidade depositando nosso tempo no que realmente importa para nós.


happy4.jpg

Todos nós buscamos a felicidade constantemente. Acreditamos que vamos alcançar a felicidade plena quando "formos ricos" ou quando comprarmos um item de luxo, a roupa da moda, etc. O problema é que ao depositarmos nosso sentimento e nosso tempo apenas no que é externo, esse sentimento vai ficando cada vez mais longe. Questionar a felicidade dos tempos atuais é o conceito do filme "Happy", que em cada minuto de filme nos faz pensar se realmente sabemos o que é felicidade.

HAPPY.jpg

O documentário, produzido por Roko Belic, vai atrás de respostas para o que todos nós queremos saber sobre a felicidade: "Como podemos consegui-la?" "Qual é o real significado de ser plenamente feliz?". Para responder essas questões, Roko atravessa diversas cidades do mundo, conhecendo pessoas que levam vidas completamente diferentes e questionando-as sobre felicidade, além de conversar com especialistas e pesquisadores sobre esse sentimento.

O filme passa pela vida de várias pessoas que levam uma vida completamente cercada de felicidade mesmo com todas as adversidades enfrentadas. O documentário nos faz refletir sobre onde estamos depositando nosso tempo e se não estamos relacionando a felicidade ao consumo e ao dinheiro, já que nossa sociedade atual nos bombardeia a todo instante para consumirmos e acumularmos cada vez mais.

happy2.jpg

As histórias, assim como os especialistas, defendem que a felicidade provêm de metas intrínsecas, ou seja, aquelas que vem de dentro de nós e não da busca externa pela felicidade.

O filme nos inspira e nos faz perceber que a infelicidade nasce quando a busca externa pela felicidade (um elogio, status, dinheiro e todas as outras "coisas" que pensamos ser necessárias) se torna exaustivamente infinita. Percebemos, com o documentário, que nós nunca estamos satisfeitos e estamos sempre querendo mais. Isso porque ainda não descobrimos como desapegar dos itens materiais e olhar para dentro de nós para descobrir o que realmente importa.

Durante todo o documentário, Roko Belic apresenta pesquisas e casos interessantes que provam que a busca pelo "material" só traz felicidade até que se sacie as necessidades básicas. O que vem depois disso é a busca incansável e insaciada, pois acreditamos que ter mais nos fará mais felizes.

happy3.jpg

De acordo com o filme, a felicidade provêm da liberação de dopamina que se torna um fluxo constante a partir de pequenas coisas e atos simples: ajudar alguém, fazer algo que possua significado para nós e para sociedade, fazer o que se ama, ser grato pelo que se tem, estar perto de quem se gosta e principalmente, de viver com autenticidade, sendo você mesmo.

Não há uma fórmula para se obter felicidade, mas o filme nos instiga a sorrir e ter gratidão. Nos inspirando a depositar a nossa felicidade, que o item que é mais importante da vida de cada um, no nosso interior e no que realmente amamos fazer. Com o filme percebemos que podemos sentir felicidade quando estamos integrados e conectados com os outros e com o universo. Cada um precisa descobrir aquilo que lhe dá paz interior, pode ser um passeio a beira mar, pode ser cercado de seus amigos íntimos ou apenas ao lado da família.

Ao descobrimos o que acalma nosso coração, descobriremos a felicidade e para isso, não precisamos buscar uma religião específica e nem muito dinheiro, precisamos apenas nos concentrar em nós, naquilo que nos faz feliz de verdade.

happy5.jpg

O filme é inspirador e abre a porta de nossa mente nos impulsionando a sermos mais felizes e gratos a cada dia. E vale a pena! Com certeza após assistir todo mundo irá se questionar: "Como estou em busca da minha felicidade e como estou contribuindo com o mundo?"


Débora Cerveira

Formada em moda e amante do universo das artes. Apaixonada por literatura e colecionadora de sonhos. Maluca por natureza..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/cinema// //Débora Cerveira