conversa de botequim

prosa-poesia-cinema-tv-música

Audrey de Mattos

Formada em Jornalismo e em Letras. Doutoranda em Estudos Literários.
Fale com a autora: [email protected]

Procrastinação

Uma palavra que eu acho que tem o significado errado é o verbo procrastinar. Essa palavra me parece algo que se faz entre quatro paredes, tão bom que ninguém tem coragem de deixar para depois.


Há uma crônica do Veríssimo - o Luis Fernando - que me fascina por dois motivos, sendo que o primeiro é obviamente o fato de que o Veríssimo só escreve coisas fascinantes e o segundo é que ela mexe com uma minha cisma antiga com a linguagem. Às vezes me pego pensando no som e no significado das palavras, como ele fez em "Defenestração".

sexo h e m 2.jpg

Uma palavra que eu acho que tem o significado errado, e que o Luis Fernando não incluiu na sua crônica, é o verbo procrastinar. A mim me parece algo completamente libidinoso, lúbrico até, para usar a mesma expressão do Veríssimo. Procrastinar soa aos meus ouvidos como algo para se fazer entre quatro paredes, tão bom que ninguém seria capaz de deixar para depois.

MENAGE-A-TROIS-ARTE-ANTIGA.jpg

A procrastinação seria algo comum entre os antigos e até muito antes deles, tendo sido relegada ao limbo social somente séculos mais tarde, com a chegada do cristianismo. Penso em honrados pais de família saindo para procrastinar fora de casa, já que procriar(sagrada missão de suas esposas) não combina com procrastinar. Ou em padres imaginando procrastinações na sacristia, enquanto bebem o vinho - também sagrado - das homilias.

Falando em homilia, procrastinemos um instantinho para considerar que esta também é uma palavra com significado errado. Homilia me faz pensar em sevícias sexuais. Deveria ser, portanto, uma palavra hedionda, digna de manchetes nos jornais: "Suspeito de homiliar mulheres está em prisão de segurança máxima".

Mas voltemos à procrastinação. É uma palavra tão esquisita e chata de se falar que o sujeito pensa duas vezes antes de procrastinar e resolve terminar logo seu trabalho. Por isso seria bem apropriada se designasse alguma prática sexual muito mais ousada que o ménage à trois. menage a trois bronze.jpg Se assim fosse, quando um homem dissesse para uma mulher "quero te procrastinar" ela saberia que teria uma noite inesquecível. Se ele dissesse "quero te procrastinar com força", então...

Mas também penso que poderia ser algo realmente impraticável para as pessoas comuns. Algo que horrorizasse mesmo a sádicos e masoquistas. Algo pior que as homilias! sexo selvagem.JPG

Que raríssimas prostitutas fizessem e, ainda assim, a peso de ouro e em clima de absoluta discrição. O sujeito chegaria à recepção do hotel de luxo usando óculos escuros embora fosse já alta a noite e pretendendo não chamar a atenção sacaria o pequeno volume de dólares - claro que procrastinar seria só com pagamento adiantado e em dólares - e diria baixinho, não sem antes olhar para os lados e para trás: "vim procrastinar".

Na rua um desavisado aborda uma puta barata, pergunta o preço e, diante da quantia irrisória, acrescenta: "e pra procrastinar?" e a moça, ofendida em sua honra de mulher da vida, de mulher vivida, segura a tempo o tapa na cara que lhe comicha os dedos, empertiga-se e, muito cheia de dignidade, atira, já de longe: "sou puta honesta, seu moço!"


Audrey de Mattos

Formada em Jornalismo e em Letras. Doutoranda em Estudos Literários. Fale com a autora: [email protected]
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/recortes// @destaque, @obvious, eros //Audrey de Mattos