cultura intratecal

Blog de cinema

Bruno Knott

Bruno Knott é um entusiasta de todas as formas de arte, mas prefere o bom cinema.

Os Melhores Filmes de Ficção Científica

A ficção científica é um dos gêneros que melhor representa a magia do cinema, afinal praticamente tudo é possível dentro dele. Futuro pós-apocalíptico, futuro distópico, siths, jedis, viagem no tempo, extraterrestres, caçadores de androides, monólitos... nem o céu é o limite. Nada mais justo do que elaborar uma lista daqueles que considero os melhores. A ordem é meramente alfabética.


2001-space-odyssey.jpg 2001 - Uma Odisseia no Espaço (1968)

É um filme sobre a evolução da raça humana e sobre os rumos que ela pode vir a tomar. Em pouco mais de duas horas discute-se a vida extraterrestre, a utilização de ferramentas para sobrevivência, a inteligência artificial e o maior tabu do homem: sua própria morte. Uma experiência transcendental, antropológica e filosófica das mais fascinantes. Stanley Kubrick. Gênio.

a-mosca-2.jpg A Mosca (1986)

A Mosca é uma mistura de ficção científica, terror, romance e tragédia. A trama mostra o cientista Seth Brundle e seu experimento com potencial para mudar o mundo de uma maneira positiva, mas que acaba saindo muito errado. Brundle enfrenta mudanças físicas e psicológicas impressionantes que são reveladas aos poucos. Primeiro são pelos nascendo em lugares estranhos, depois uma preferência por alimentos açucarados e assim por diante. E é claro que várias cenas tendem para o gore que Cronenberg tanto gosta.

alien.jpg Alien, o Oitavo Passageiro (1979)

Alien jamais se tornará envelhecido graças a sua atmosfera aterrorizante. Poucos conseguiram trabalhar tão bem o terror psicológico em uma ficção científica como Ridley Scott fez aqui. Créditos, também, para Sigourney Weaver, que cresce junto com a personagem que interpreta, a inesquecível Ripley.

aliens.jpg Aliens, o Regaste (1986)

Quando penso em um exemplar do gênero que se destaque pela ação de qualidade um dos primeiros títulos que me vem a mente é Aliens, O Resgate. Mesmo abordando o material de um jeito diferente do que fez Ridley Scott em Alien, James Cameron acerta a mão e nos entrega uma sequência tão boa como o original. Para alguns, até melhor.

blade-runner.jpg Blade Runner - O Caçador de Androides (1982)

Ridley Scott construiu um futuro dos mais sombrios e interessantes já vistos no cinema. O visual chama a atenção logo de cara, mas Blade Runner também obteve reconhecimento por levantar de forma contundente importantes questões filosóficas.

contato.jpg Contato (1997)

Contato mostra a apaixonada busca pela vida extraterrestre como poucos. Jodie Foster está excelente neste filme que não tem medo de tratar do assunto de várias formas, inclusive religiosa.

de-volta-para-o-futuro.jpg De Volta Para o Futuro (1985)

Já perdi as contas de quantas vezes assisti aos três filmes, sempre vibrando com as sequências de ação e admirando as peculiaridades da Hill Valley de 1885, 1955, 1985 e 2015. O primeiro é o meu preferido da trilogia, por pouco, mas é. Somos conquistados quando o roteiro nos faz acreditar que uma ação é capaz de alterar todo um futuro. É isso que George McFly prova quando enfrenta Biff Tanen e muda a sua vida para melhor. A diferença da química entre George e Lorraine no início e no fim impressiona.

donnie-darko.jpg Donnie Darko (2001)

Além de ser uma ficção científica inteligente e original, Donnie Darko investe em uma história de amor nada clichê e ainda constrói um retrato satírico de alguns costumes dos subúrbios americanos. Tudo isso embalado por uma trilha sonora de respeito, com Echo & The Bunnymen, Tears for Fears e Joy Division.

filme-et-extraterrestre.jpg E.T. - O Extraterrestre (1982)

Spielberg foca no lado emocional para contar a história do ET que foi deixado para trás por seus semelhantes. A amizade entre ele e o garoto Elliot gera risadas sinceras e comoção genuína.

filhos-da-esperanca.jpg Filhos da Esperança (2006)

O diretor Alfonso Cuarón deu vida a uma história extremamente criativa e que proporciona reflexões. Como se fosse pouco, Filhos da Esperança é dono de uma parte técnica impecável, contando com diversos planos-sequência que são puro deleite para os nossos olhos.

mad-max-2.jpg Mad Max 2: A Caçada Continua (1981)

Neste mundo pós-apocalíptico a maior batalha é pelo combustível e não faltam alucinantes perseguições de carro. Cada cena é coreografada e conduzida com perfeição. Não importa quantas vezes você o assista, não há como não se impressionar com o requinte visual, a ousadia e a coragem de todos os envolvidos.

matrix.jpg Matrix (1999)

Tecnicamente revolucionário e eternamente empolgante. Há ainda um enredo criativo, que mostra um futuro problemático para o seres humanos e nos oferece pinceladas de filosofia de uma maneira acessível.

terminator-2.jpg O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final (1991)

Temos aqui sequências de ação ambiciosas servindo a um roteiro inteligente. Outro ponto interessante de O Exterminador do Futuro 2 é o humor, principalmente quando John Connor dá lições de humanidade para o Cyborg T-101.

o-segredo-do-abismo.jpg O Segredo do Abismo (1989)

Emprestando alguns elementos de Alien, Aliens e Contatos Imediatos de Terceiro Grau, O Segredo do Abismo conta com impressionantes cenas embaixo da água. O suspense é trabalhado de maneira primorosa, fazendo o filme se transformar em um verdadeiro terror psicológico em alguns momentos. A edição de som e a natural sensação de claustrofobia que um submarino produz colaboram bastante para isso.

os-12-macacos.png Os 12 Macacos (1995)

O cinema pouco usual de Terry Gilliam sempre deixou Hollywood com um pé atrás. Para dar vida a Os 12 Macacos o diretor teve que se virar com um orçamento não tão grande e também com certa desconfiança dos produtores. O fato é que a presença de astros como Brad Pitt, Bruce Willis e Madeleine Stowe e, claro, a grande qualidade do resultado final, permitiram um bom lucro nas bilheterias e a admiração eterna de muitos cinéfilos. O tema viagem no tempo é fascinante e perigoso. Não é fácil trabalhá-lo de uma maneira livre de furos, mas os roteiristas foram capazes de criar uma história que na medida do possível não abandona a lógica. Existem alguns paradoxos, mas isso é fruto do enredo cheio de possibilidades e revelações de impacto.

planeta-dos-macacos08.jpg Planeta dos Macacos: A Origem (2011)

O arco narrativo de Caesar é rico. Acompanhamos com muito interesse a evolução dele, desde seu amor incondicional pelo dono/pai e sua ingenuidade, até o seu crescimento intelectual e a percepção de que a raça humana é cruel por natureza. Impossível não se emocionar em alguns momentos, como na cena em que Caesar tenta deixar o ambiente do mini-zoológico um pouco mais parecido com sua antiga casa ao desenhar uma janela na parede ou quando ele finalmente utiliza suas cordas vocais. Ouvi-lo gritar “NÃO!” é como presenciar as consequências de uma bomba atômica. Toda a raiva reprimida e a decepção em relação a humanidade são botadas para fora com essa palavra. Sim, prefiro este do que o original de 1968.

robocop.jpg RoboCop (1987)

Vários aspectos tornam o filme muito mais do que um belo exemplar de ação, como o humor peculiar, as ótimas críticas sociais e as situações que honestamente puxam para a emoção.

star-wars-v.jpg Star Wars: Episódio V - O Império Contra-Ataca (1980)

Não há como deixar Star Wars de fora da lista e o escolhido foi o episódio que contém o momento mais impactante de toda a série. Acho que não preciso dizer qual é…

vampiro-de-almas.jpg Vampiro de Almas (1956)

A qualidade mais marcante de Vampiro de Almas é o ar de thriller que o diretor Don Siegel trabalhou tão bem. A tensão cresce gradualmente, até que conseguimos sentir na pele o desespero de Miles e Becky, afinal a cidade inteira está atrás deles e apesar de todo o cansaço eles não podem dormir ou também serão duplicados. As chances do casal conseguir escapar ficam cada vez menores. O tom de urgência é claro do começo ao fim. O filme ficou famoso ao longo dos anos pelo comentário político. Não é difícil perceber a crítica contra o período do macartismo, no qual qualquer pessoa com atitudes “suspeitas” poderia ser considerada comunista, tendo que arcar com as consequências.

wall-e.jpg Wall-E (2008)

Apesar da visão pessimista do futuro da humanidade e do planeta Terra, o robozinho Wall-E emociona com suas peripécias para tentar conquistar EVA. Talvez seja a melhor animação da Pixar até o momento, uma mistura perfeita de requinte técnico, humor e alerta social.


Bruno Knott

Bruno Knott é um entusiasta de todas as formas de arte, mas prefere o bom cinema. .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/cinema// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Bruno Knott