cultura intratecal

Blog de cinema

Bruno Knott

Bruno Knott é um entusiasta de todas as formas de arte, mas prefere o bom cinema.

No Coração do Mar

No final de 2015 o filme No Coração do Mar vai estrear nos cinemas. Trazemos aqui algumas informações e curiosidades sobre o livro. Trata-se de uma história poderosa e inesquecível.


heart-of-the-sea.jpg

No dia 3 de dezembro de 2015, nós brasileiros poderemos assistir nos cinemas ao filme No Coração do Mar, com direção de Ron Howard (Rush) e estrelado por Chris Hemsworth (Thor). O filme é uma adaptação do livro de mesmo nome, escrito pelo americano Nathaniel Philbrick e publicado no ano 2000. Minha intenção é chamar a atenção para este maravilhoso trabalho literário e estimular sua leitura antes da estreia na telona.

Conheci o livro graças a um professor de geografia do segundo ano do ensino médio, em 2002. A leitura era obrigatória e haveria uma prova cobrando o conteúdo. Vamos ser sinceros. Ninguém gosta de ser obrigado a ler qualquer coisa, ainda mais quando você é um adolescente. O fato é que instantaneamente me impressionei com que estava lendo e hoje considero No Coração do Mar um dos meus livros preferidos. Desde aquela época, eu imaginava o potencial que essa história tinha para virar filme e isto está prestes a acontecer.

Não sou daqueles chatos incapazes de compreender que adaptações não devem ser cópias do trabalho original. A única coisa que espero é que a essência seja mantida. Acredito que podemos ficar tranquilos quanto a isso, afinal o diretor Ron Howard é muito competente e o roteirista Charles Leavitt (Diamante de Sangue) já fez bons trabalhos.

No Coração do Mar conta a história do baleeiro Essex, que em 1820 foi atacado por um cachalote no oceano Pacífico e naufragou. Este acontecimento inspirou Herman Melville a escrever Moby Dick, uma das obras-primas da literatura mundial.

O escritor aprofundou-se ao máximo. Ele leu provavelmente todos os relatos disponíveis sobre o Essex, tendo como base os escritos de Owen Chase e Thomas Nickerson, respectivamente o primeiro-imediato e o camareiro da embarcação. Além disso, Philbrick fez diversos estudos sobre o povo da ilha de Nantucket, sobre outros naufrágios, engenharia naval, inanição, psicologia de desastres e outros temas relacionados.

O Essex partiu de Nantucket rumo à costa oeste da América do Sul em busca de cachalotes e seu valioso espermacete, porém, no meio do caminho foi atacado justamente por um cachalote. E é aí que o pesadelo começa. A sobrevivência no mar, com suprimentos cada vez mais escassos, parece impossível.

Philbrick mostra todas as decisões que levaram a essa fatídica situação, como os gananciosos donos do barco fazendo de tudo para economizar alguns dólares e a falta de pulso do capitão Pollard.

A escrita do autor é de muita qualidade. Ele nos dá informações técnicas de uma maneira agradável e consegue transmitir com maestria o turbilhão de emoções vivenciadas pelos marinheiros. A imensidão azul se estende até se perder de vista e a esperança de um resgate fica cada vez menor com o passar dos dias. A sobrevivência parece um sonho distante. Resta o desespero e as medidas extremas.

Eis uma história grandiosa, marcante e que merece um filme digno de sua força.

Aqui vão algumas fotos para aguçar a curiosidade:

chase.jpg Chris Hemsworth como Owen Chase

368px-OwenChase.jpg um Owen Chase já idoso No-coracao-do-mar-capa.JPG A capa do livro

voyage.jpg mapa da viagem do essex. o primeiro contato com uma baleia foi em algum lugar entre o rio de janeiro e buenos aires.

sperm-whale.jpg o colossal cachalote

O filme iria estrear em março, mas os produtores adiaram para dezembro por se tratar de um bom mês em termos de Oscar e eles estão esprançosos. É esperar para ver!


Bruno Knott

Bruno Knott é um entusiasta de todas as formas de arte, mas prefere o bom cinema. .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/literatura// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Bruno Knott