cultura intratecal

Blog de cinema

Bruno Knott

Bruno Knott é um entusiasta de todas as formas de arte, mas prefere o bom cinema.

Os Melhores Filmes de Zumbis

Uma singela lista de 10 filmes essenciais para quem gosta de zumbis/mortos-vivos/errantes/mordedores/cabeças ocas.


walking-zumbis.jpg

Os mortos-vivos! É impressionante como a ideia de alguém que volta à vida em busca de carne humana possui tanto potencial. Filmes de zumbis podem ser satíricos, engraçados, dramáticos, aterrorizantes, trash e até românticos. O gênero evoluiu ao longo dos anos em muitos aspectos, culminando no seriado The Walking Dead, que explora as possibilidades do apocalipse zumbi de uma maneira fascinante. O objetivo do post é falar do gênero dentro do cinema. Seleciono aqui dez filmes que merecem ser vistos e admirados. Está na ordem da minha preferência.

Zombie - O Despertar dos Mortos (Dawn of the Dead, 1978) de George A. Romero dawn-of-the-dead-1978.jpg

Conhecido no Brasil como O Despertar dos Mortos, o filme conta com críticas sociais, bastante violência, gore e até humor. A atmosfera é de mistério e o terror é crescente. Sequências icônicas do gênero estão presentes aqui. Podemos considerar a parte técnica um tanto datada, mas é algo que não atrapalha em nada. É George Romero em sua melhor forma.

Extermínio (28 Days Later..., 2002) de Danny Boyle 28-Days-Later.jpg

Os mortos-vivos em Extermínio são mais espertos, muito mais rápidos e, consequentemente, mais perigosos. A violência se faz presente em várias sequências, mas o mais importante é como os seres humanos reagem emocionalmente ao apocalipse zumbi. Apesar de possuir uma temática absurda, o filme tem um tom documental que faz tudo parecer bem realista. O diretor Danny Boyle consegue até ser poético ao nos mostrar belos cavalos trotando despreocupadamente em um mundo tomado pelo caos.

A Noite dos Mortos-Vivos (Night of the Living Dead, 1968) de George A. Romero Night-of-the-Living-Dead-Screen-Shot.jpg

Clássico absoluto, A Noite dos Mortos Vivos é capaz de assustar ainda hoje. Acompanhar um grupo de pessoas se escondendo de uma horda dentro de uma casa nunca foi tão fascinante como neste caso. Tudo neste filme definidor do gênero funciona e ele ainda conta um final brutal e inesperado.

A Volta dos Mortos Vivos (The Return of the Living Dead, 1985) de Dan O'Bannon RETURN-LIVING-DEAD.jpg

É uma mistura perfeita de comédia e terror, pena que não tem o reconhecimento que merece. Muito bem dirigido por Dan O’Bannon, que tem no seu currículo o roteiro de Alien, o filme conta com bons momentos intimistas, algo possível graças ao bom elenco.

Todo Mundo Quase Morto (Shaun of the Dead, 2004) de Edgar Wright shaunofthedead.jpg

Shaun of the Dead injetou sangue novo em um gênero que parecia não ter mais o que oferecer. Ele faz referências a vários filmes de zumbis, mas tem vida própria. A sátira social é um ponto forte, garantindo boas risadas. Do meio para o fim, a ação toma conta sem abandonar o humor.

Zumbilândia (Zombieland, 2008) de Ruben Fleischer zombieland-2008.jpg

Os minutos iniciais, com bastante rock ‘n roll e câmera lenta, mostram as melhores cenas de ataques de zumbis (antes de Walking Dead). Não há suspense, mas bastante ação, humor e a criativa lista de como sobreviver em um mundo repleto de zumbis. Para completar, temos a presença do mito Bill Murray interpretando ele mesmo de maneira genial.

Dia dos Mortos (Day of the Dead, 1985) de George A. Romero day-of-the-dead.jpg

Dia dos Mortos se destaca pelas tentativas dos personagens humanos de entender os zumbis e também pelo zumbi inteligente Bub. Isso sem falar na sensação de desespero que o filme transmite, afinal, os mortos-vivos são maioria.

Extermínio 2 (28 Weeks Later, 2007) de Juan Carlos Fresnadillo 28-weeks-later.jpg

Uma continuação extremamente competente, mesmo com outro diretor. Não existem zumbis mais violentos e ameaçadores do que os que vemos aqui. A incrível sequência inicial é prova disso. Extermínio 2 tem uma atmosfera de urgência que nunca perde a força, além de um final angustiante. Esperava pouco e fui surpreendido totalmente.

Planeta Terror (Planet Terror, 2007) de Robert Rodriguez planeta-terror.jpg

Se você entrar na brincadeira deste trash estilizado de Robert Rodriguez não tem como se decepcionar. A quantidade de cenas hilárias é enorme, sendo um dos destaques aquela envolvendo o personagem de Quentin Tarantino e o problema que ele enfrenta nos órgãos genitais. O roteiro bobo é compensado pelos litros de sangue e diversão.

Zumbi 2 - A Volta dos Mortos (Zombi 2, 1979) de Lucio Fulci Zombie-Flesh-Eaters-blu-ray-review.jpg

O diretor italiano Lucio Fulci jamais economiza no gore. Zumbi 2 é repleto de cenas bem criativas de mortes causadas por zumbis. Uma delas é o bizarro e fascinante duelo entre um zumbi e um tubarão. As atuações são um tanto exageradas, mas o filme agrada na maior parte do tempo e existe todo um ar de diversão violenta e descompromissada difícil de se encontrar por aí.

***

E aí? Qual filme você acha que não pode faltar em um Top 10 do gênero?


Bruno Knott

Bruno Knott é um entusiasta de todas as formas de arte, mas prefere o bom cinema. .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/cinema// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Bruno Knott