culturiar

Culturiar é uma neologia, um verbo que exemplifica o nossa curiosidade sobre a cultura.

Mário Lúcio

Eu sou apenas um rapaz latino americano sem dinheiro no banco, sem parentes importantes e vindo da Grande São Paulo...

O Tamagotchi do século XXI

Um passeio pela história do bichinho virtual e principalmente um enfoque no sucesso do momento chamado Pou.


pou.pngCriado em Fevereiro desse ano, o bichinho virtual intitulado Pou ganhou a simpatia de crianças e adultos pelo mundo inteiro, um jogo que consiste em cuidar de um alienígena como se fosse um filho. O que os mais novos talvez não saibam, é que essa história já é antiga e em Setembro completa 17 anos.

O antepassado do Pou se chamava Tamagotchi, o nome é uma junção Nipo-americana, onde “Tamago” do japonês significa Ovo e “watch” do inglês significa observar. O primeiro bichinho virtual foi criado pela empresa Bandai em 1996, foram vendidos na época só no Japão 100 mil desses gadgets,tama01.gif era uma espécie de mini game que poderia ser pendurado no chaveiro, tinha poucos botões e um conceito que viraria mania. Ao longo da segunda metade da década de 90 os bichinhos virtuais foram tendo várias formas e produzidos por outras empresas, na escola era uma febre, todo mundo tinha e confesso que este que vos escreve também teve um. O jogo basicamente era bem simples, você tinha que brincar com ele, dar de comer, fazer dormir, cuidar quando estava doente, a diferença para o Pou é que o Tamagotchi morria, então havia aquela competição com os colegas para quem cuidava melhor e não deixava morrer seu bichinho virtual.

bichinho-virtual-tamagotchi-edico-especial_MLB-F-4063748285_042013.jpg Já o herdeiro do Tamagotchi, a sensação chamada Pou tem o mesmo conceito, porém possui suas particularidades que deixam o aplicativo mais com a cara do dono, é daquele tipo de jogo que vicia e faz com que os usuários não deixem de usar durante o dia.

644444_484416401614381_1274659729_n.jpg O POU permite centenas de personalizações e itens que você pode adquirir com moedas virtuais (jogando para obtê-las) ou comprando com crédito de verdade. Você poderá customizar seu bichinho virtual em vários níveis, como fundo de tela, a aparência, incluir acessórios, trocar roupas, chapéus, óculos. Uma característica marcante desse aplicativo é o público que utiliza, não é uma exclusividade de crianças, muitos adultos também se apaixonaram pelo Pou, pessoas de 30, 40, 50 anos que também cuidam desse filho virtual. Na loja de aplicativos do Google, o Pou já obteve mais de 500 mil instalações sejam elas em celulares ou tablets. Talvez o que faça esse pequeno alienígena ser um sucesso é a interação proporcionada aos usuários e a infinidade de opções para deixar o seu Pou do jeito que mais gosta.

Para quem ainda não possui o Pou, deixo aqui os links para vocês baixarem: Sistema Android: Gratuito Sistema iOS: USD 1,99


Mário Lúcio

Eu sou apenas um rapaz latino americano sem dinheiro no banco, sem parentes importantes e vindo da Grande São Paulo....
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/// //Mário Lúcio
Site Meter